A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/04/2011 17:55

Começam as obras para conter erosão em avenida no Parque dos Poderes

Paula Maciulevicius

Projeto para contenção começou depois da trégua das chuvas

Erosão denunciada há um ano pelo Campo Grande News começa a ser contida. Previsão é de que seja concluída em mais cinco dias. (Foto: João Garrigó) Erosão denunciada há um ano pelo Campo Grande News começa a ser contida. Previsão é de que seja concluída em mais cinco dias. (Foto: João Garrigó)

A erosão que surgiu na reserva e se aproxima do asfalto da Avenida dos Poetas, sentido centro, no Parque dos Poderes, em Campo Grande começou a ser contida.

As obras para já estão em andamento desde terça-feira (5). A previsão é de que seja concluída em mais cinco dias.

Segundo o prefeito do Parque dos Poderes, José Carlos Alves Mira, a caixa de contenção já foi colocada, e os próximos passos são estudo para coleta das águas pluviais que passam por baixo da erosão.

Ele ainda afirma que para a colocação da calçada e mais pavimentação ainda deve levar mais cinco dias.

“Se as chuvas continuarem dando trégua, nós conseguimos finalizar”, completa José Mira.

O problema foi denunciado há um ano pelo Campo Grande News, quando ainda estava dentro da reserva. Agora, a cratera está cada vez maior e o meio-fio, cedendo. Por baixo do solo, corre água, o que leva junto a terra que sustenta a pavimentação.

Na semana passada o Campo Grande News foi ao local e observou que quem caminha pela região precisa desviar e andar pela rua, dividindo espaço com os carros.

A estudante de educação física Carollyn Gonçalves Oliveira passa pelo lugar todos os dias e diz que o problema não é de agora. Segundo ela, a questão se agravou depois da chuva forte de semanas atrás.

"A gente já estava vendo o que ia acontecer. Era só chover que começava o lamaçal. A última chuva forte que deu desastrou tudo", conta.

Crateras - Depois dos bairros Nova Lima, Nova Campo Grande, Jardim Carioca e Novo Século, o cenário comum do pós-chuva atingiu o quino bairro na Capital.



Claro as madames precisam andar, correr e pedalar nas redondezas... Ernesto Geisel sendo engolida e eu não vejo uma notícia otimista sobre o que está ocorrendo de iniciativas para conter a erosão.
 
Pridiliano Rosa Pires Neto em 08/04/2011 09:10:02
Moro na Rua: Hanna Abdulahad, Jardim Paradiso,saída para Rochedo. Minha rua está intransitável Cheia de Buracos e o Mato está tomando conta dos terrenos baldios precisamos providencias urgentes antes que os buracos se tornem erosão e acabem com o restante de asfalto que ainda temos para poder transitar. Agradeço as providencias, pois acredito nesta administração.
 
Emilia Barbosa em 08/04/2011 08:12:06
Nas escolas estaduais não há segurança durante o dia. Depois que acontecer uma tragédia semelhante à do Rio de Janeiro, já sabemos de quem será a culpa né!! E uma escola que está na iminência de tal fato ocorrer é a Hércules Maymone, já que pelo menos no ano passado não havia controle algum no acesso de pessoas estranhas e nem exigia-se o uso do uniforme no período noturno, além de ser liberada a entrada, sáida e retorno dos alunos há qualquer momento e tudo isso só por medo da evasão escolar ou por puro descaso mesmo.
 
Cezar Pinheiro em 08/04/2011 08:10:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions