A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/12/2012 12:53

Demolição de parede de loja na Costa e Silva é retomada

Mariana Lopes
Demolição continuou na manhã de hoje  (Foto: Luciano Muta)Demolição continuou na manhã de hoje (Foto: Luciano Muta)

Os trabalhos de demolição continuaram na manhã desta sexta-feira (14) no Paulistão, na Avenida Costa e Silva, que foi incendiado no último dia 6 de dezembro, em Campo Grande. Os operários estão focados na parede de trás do prédio, que foi interditada pelos bombeiros por causa do risco de cair.

A demolição começou ontem, mas foi interrompida por causa da chuva e do vento, que ameaçava desestabilizar a estrutura. De acordo com o proprietário do escritório que fica ao lado da loja incendiada, Márcio Torres de Deus, a previsão que foi passada para ele é de que os trabalhos terminem hoje, se não chover novamente.

Segundo o proprietário, 50% da demolição da parede foi concluída. No final de semana, conforme o cronograma que repassaram para ele, os trabalhadores começam a demolição das casas e do depósito, que foram atingidos por pedaços de concreto da demolição.

Ele acompanha de perto todo o processo dos operários. “O perigo já passou, a parte que estava em risco de cair já foi demolida, agora só falta terminar de derrubar esse pedaço e as colunas”, explica, embasado nas informações repassadas pela profissional responsável pela obra.

Para derrubar a parede foi preciso fazer uma abertura com o uso de marretas até o meio da parede e em seguida o uso do guindaste.

Nesta quinta-feira (13), peritos estiveram na loja. De acordo com a perícia, o fogo não começou no ar condicionado, como foi a primeira impressão durante o incêndio. As chamas começaram na fiação elétrica da frente da loja, a princípio causado pela sobrecarga na fiação elétrica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions