A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/07/2013 10:31

Dependentes químicos têm de esperar até sete meses por consulta no CAPS

Leonardo Rocha
Dependentes químicos reclamam de estrutura de CAPS.Dependentes químicos reclamam de estrutura de CAPS.

Em visita ao CAPS/AD (Centro de Apoio Psicossocial Álcool e Drogas), unidade de saúde vinculada a Sesau (Secretária Municipal de Saúde), a equipe do Campo Grande News recebeu inúmeras denúncias dos dependentes químicos que tentam fazer tratamento no local. Eles afirmaram que a estrutura é pequena para atender a demanda, existem salas em situações precárias e uma consulta demora até 7 meses.

A unidade conta apenas com uma psiquiatra e ela está de férias. “Já tive que vir aqui seis vezes para tentar marcar uma consulta, demora é muito grande. A psiquiatra está de férias, se alguém precisar deste tratamento não vai conseguir”, afirmou José Carlos, que realiza tratamento desde o início do ano.

José Carlos ainda destacou que existem pessoas que precisam chegar às 3h da madrugada para garantir atendimento. “Tinha que ser mais organizado, nos últimos tempos até lanche para os pacientes está faltando”, destacou ele.

Já Carlos Alberto, que está a seis meses em tratamento, apontou que as salas da unidade estão em condições precárias e que a estrutura é muito pequena. “As salas estão péssimas, o prédio também precisa ser ampliado para atender a todos, este tratamento é sério e precisa de prioridade do poder público”, ressaltou ele.

Ricardo de Jesus, que recebe tratamento desde o início do ano, destaca que esta demora tanto no atendimento como no tratamento pode “complicar” a situação dos dependentes químicos. “Estamos aqui em busca de ajuda, as coisas precisam melhorar, não podemos ficar 6 ou 7 meses esperando para ser atendido”, ponderou ele.

Em contato com a direção do CAPS/AD, esta afirmou que não pode se manifestar sobre as denuncias, apenas o executivo municipal. A assessoria da prefeitura informou que vai entrar em contato com os responsáveis para buscar um posicionamento.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Cassandra Szuberski como que o ECA não trata bem as "crianças"? É só ler jornais, sites de jornais ou ver tele-jornais e verá que toda vez que um adolescentes é pego cometendo um crime tem alguém do ECA para soltá-lo, passar a mão na cabeça de ele e dizer:"não faz mais isso que é errado!". O ECA só cuida daqueles que lhe convém! E como todo setor público-jurídico só lhes interessam seus semelhantes(criminosos e furturos criminosos!). ECA e DH só existe para bandido, minhã mãe ja ajudou algumas pessoas em necessidades que foram a alguns orgãos pedindo ajuda, mas como ela não era criminosa(só assim para ter assistência no brasil!) não a ajudaram. É vergonhoso que nossos governates coloquem os criminosos à frente dos cidadãos para terem seus direitos constitucionais atendidos!
 
Alexandre de Souza em 12/07/2013 22:01:17
Amanhã o ECA completa 23 anos e infelizmente Campo Grande até hoje não se adaptou para cumprir a lei de tratamento de absoluta prioridade para crianças e adolescentes! Há crianças e adolescentes que necessitam de atendimento de CAPS- AD e não há vagas! Inexiste leitos hospitalres com capacidade para atendimento de pais usuários que aceitam se tratar! Claro que o adolescente e a criança deve por força legal ter prioridade, ISSO É LEI, É DIREITO, NÃO É FAVOR ALGUM. Se não cuidarmos dessas crianças e adolescentes agora, pagaremos o preço de uma sociedade extremamente violenta no futuro. Atenção autoridades!
 
Cassandra Szuberski em 12/07/2013 14:28:18
Sr João não sabe o que diz. O atendimento inicial aos rapazes da unei são rápidos os demais não. E se a violência decorre, por vezes, do consumo de drogas, é ótimo que seja rápido. .. o problema é que vergonhosamente não existe caps ad para adolescentes. ..Vamos cobrar e não reclamar o que está correto e decorre de lei.
 
Roberto Ferreira em 12/07/2013 11:36:19
Mas os adolescentes das UNEIS são atendidos na hora!
 
João Carlos em 12/07/2013 11:03:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions