ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Depois de ser preso e solto, jovem estuprou duas mulheres na Capital

Por Mariana Lopes | 25/04/2013 13:53
(Foto: Marcos Ermínio)
(Foto: Marcos Ermínio)

Um jovem de 20 anos foi preso na tarde de ontem (24), por volta das 16h, suspeito de ter estuprado duas adolescentes e uma mulher, todas na região da Nascente do Segredo, em Campo Grande. Dois estupros ocorreram após o acusado ter sido preso e solto após praticar o primeiro crime em abril do ano passado.

Os crimes aconteceram no ano passado e, após investigações e pedido de prisão provisória, a polícia chegou ao acusado, Paulo César da Silva Marques, de 20 anos.

O primeiro estupro cometido por Paulo foi no dia 21 de abril de 2012. Na ocasião, a vítima foi uma mulher também de 20 anos. Ela saia de uma festa, em uma casa noturna no Jardim Presidente, por volta das 4h30, e andava sozinha pela rua quando foi abordada pelo acusado.

Sob ameaça, Paulo a levou para um terreno baldio e a estuprou. No mesmo dia, ele foi preso em flagrante com um revólver de brinquedos e uma calcinha. Porém, de acordo com a delegada da DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Marília de Brito Martins, o acusado ficou apenas um dia na cadeia e liberado para responder ao processo em liberdade.

A segunda vítima seria uma adolescente de 15 anos, que foi estuprada também em abril do ano passado. Da violência sexual, foi gerado um filho, que hoje está com 3 meses. Porém, de acordo com a o delegado da Depca (Delegacia de Proteção a Criança e Adolescentes), Paulo Sérgio Lauretto, este caso ainda não está confirmado, apesar de o acusado ter confessado, mas a garota não confirmou a autoria de Paulo, disse apenas que as características eram as mesmas. O delegado pediu exame de DNA para comprovar a paternidade do acusado.

No dia 9 de dezembro de 2012, Paulo fez mais uma vítima, uma adolescente de 14 anos. Ela conta que conheceu Paulo em um show realizado na Feira Central, através de um amigo em comum. Ao final do evento, ela foi embora de carona com ele.

Em entrevista ao Campo Grande News, a menina disse que no meio do caminho Paulo parou a moto em frente a um terreno baldio e a levou para o mato. “Eu pedi por socorro e tentei fugir, mas ele me pegou pelo cabelo e começou a me bater”, conta a vítima.

Depois de ser preso e solto, jovem estuprou duas mulheres na Capital

Ela registrou o boletim de ocorrência na manhã do dia seguinte e fez exame de corpo de delito, no qual foi comprovada a agressão. “Ele me bateu muito, fiquei com duas cicatrizes no corpo”, lembra a menina, que até hoje chora ao contar como tudo aconteceu. “nunca vou esquecer o que ele fez comigo”, diz.

Para a mãe da adolescente sobrou o remorso de ter deixado a filha sair sozinha e o sentimento de vingança pelo rapaz. “Eu pedia para ela não sair, mas não adiantava. Agora quero que esse homem apodreça na cadeia”, desabafa a dona de casa, de 40 anos.

Segundo o delegado Lauretto, o modus operanti do crime foi o mesmo em todos os casos. Paulo César está com prisão provisória, mas o delegado afirma que já foi pedida a prisão preventiva dele.

A delegada Marília pontua que a Deam irá revisar os boletins de ocorrência em aberto, dos quais os autores ainda não foram identificados, analisar as variantes, como características e região dos crimes, para ver se mais alguma vítima reconhece o acusado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário