A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/12/2014 15:56

Deputados criticam mudança de horário de ceinfs na Capital

Leonardo Rocha

Os deputados criticaram a prefeitura de Campo Grande, na sessão de hoje (09), em relação a mudança de horário de 58 Ceinfs (Centro de Educação Infantil), que passarão a ter turnos de apenas cinco horas, para que novas turmas surjam no outro período, gerando a abertura de mais de mil vagas.

"Cadê os 19 ceinfs que estão construíndo? Porque uma prefeitura que era descrita como superavitária, com o título de Capital sem favelas, onde está falida, em crise financeira? Para aumentar as vagas, as crianças que ficavam em período integral, só poderão ficar em um turno?", questionou o deputado Pedro Kemp (PT).

Para o petista esta não é a melhor alternativa para se criar novas vagas, já que muitas mães dependem da creche para deixar seus filhos ao longo do dia e serão prejudicadas. "A cidade antes estava em pleno desenvolvimento e de repente quebrou? o Ministério Público precisa tomar providências", ressaltou ele.

O deputado acredita que desta forma a prefeitura está indo na "contramão" das outras cidades, que estão aderindo a escola em tempo integral, justamente para envolver as crianças em diversas atividades. "Aqui está se fazendo o contrário, queremos saber os motivos".

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) também criticou a ação da prefeitura, ressaltando que muitas mães não tem condições de pagar escolas particulares em outro período, com o salário que recebem.
"Vai prejudicar as crianças que estão nos ceinfs, as pessoas que deixaram a cidade nesta situação precisam se explicar, porque na época em que estava com o PMDB, Campo Grande não estava quebrada", disse ele.

Mudança - De acordo com a prefeitura, 58 ceinfs de Campo Grande, que atendem 1.160 crianças passarão a estudar em turno de cinco horas. No período da tarde, o turno começará a partir das 13h, abrindo assim mais de mil vagas nestes locais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions