A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/09/2015 09:16

Desfile é aberto com 3 mil pessoas na arquibancada e passagem de escolas

Caroline Maldonado, Aline dos Santos e Thiago de Souza
Desfile tem cerca de 3 mil de público (Foto: Marcos Ermínio)Desfile tem cerca de 3 mil de público (Foto: Marcos Ermínio)

Com a arquibancada lotada na Rua 14 de Julho, entre a Maracaju e 15 e Novembro, cerca de 3 mil pessoas assistem o desfile cívico-militar em comemoração aos 193 anos da Independência do Brasil. Com a chegada do governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), foram executados o hino nacional e o da independência e acesa a chama sagrada da Pira, que simboliza o calor patriótico do povo brasileiro.

O público é estimado pela Polícia Militar e ainda há lugar na arquibancada, que vai desde a Avenida Fernando Corrêa da Costa até a Mato Grosso. Além do governador, estão no palanque das autoridades, a vice-governadora Rose Modesto (PSDB), o vereador Betinho (PRB), José Chadidi (sem partido) e o deputado federal Carlos Marun.

Após acesa a chama da pira por aluna da Acadêmia do Corpo de Bombeiros, começou o desfile, que tem, primeiramente, a participação de associações e escolas. Serão oito instituições civis, como o Clube dos Desbravadores, associação BSGI (Brasil Soka Gakkai Internacional), Cidade dos Meninos e um grupo da Justiça Restaurativa na Escola.

Na sequência, abre o desfile militar o veículo blindado de combate, batizado de Guarani. Então, passará o grupo formado pelos acadêmicos de escolas militares, como os da Academia Militar das Agulhas Negras. Na sequência, entram os militares do curso de Formação de Sargentos e do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva, além dos estudantes do Colégio Militar.

Depois disso, entram os militares do Exército e Aeronáutica, representados pelo Regimento de Cavalaria, grupamento logístico, de engenharia e representantes do grupo de missão de paz da ONU (Organização das Nações Unidas), que atuaram no Haiti. O desfile contará com viaturas e carros de combate, como o M-60, que tem cerca de 52 toneladas.

Foi anunciado que não haveria sobrevoos. No entanto, a programação divulgada hoje cita sobrevoos de helicópteros e aeronaves da Base Aérea e do 3º Batalhão de Aviação do Exército.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions