A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

30/11/2018 06:42

Dois suspeitos morrem em confronto com policiais do Batalhão de Choque

Fato foi por volta das 23h de ontem (29), na Rua Jerônimo de Albuquerque, no Bairro Nova Lima, na saída para Cuiabá

Viviane Oliveira
Duas armas calibre 38 que estavam com os suspeitos foram apreendidos (Foto: divulgação/Polícia Militar)Duas armas calibre 38 que estavam com os suspeitos foram apreendidos (Foto: divulgação/Polícia Militar)

Dois homens identificados como Lusiano de Souza da costa, 24 anos, e Daivison Denis Fernandes dos Santos, 21 anos, morreram em confronto com policiais militares do Batalhão de Choque, por volta das 23h de ontem (29), na Rua Jerônimo de Albuquerque, no Bairro Nova Lima, na saída para Cuiabá, em Campo Grande. 

Conforme boletim de ocorrência, policiais da 11ª Companhia solicitaram reforço pois dois suspeitos armados haviam fugido da abordagem e estavam escondidos num quadrilátero da região. No local, próximo ao Centro de Ensino Maria Edwiges Borges, os policiais do Choque faziam buscas quando localizaram um dos suspeitos de casaco azul e branco. O rapaz, segundo a polícia, tentou fugir pelo telhado do imóvel e armado disparou contra a equipe, que revidou.

Simultaneamente, outro policial do Choque fazia busca no imóvel e dava ordem de abordagem a outro suspeito. O rapaz, segundo boletim de ocorrência, também teria reagido e atirado contra a equipe policial. Os dois rapazes baleados foram socorridos pelos policiais e levados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Bahia, onde morreram.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. Segundo registro policial, os dois rapazes eram suspeitos de roubar um Toyota Corolla prata na noite do último domingo (25). A vítima teria reconhecido por fotos os dois como autores do crime. Os revólveres 38 que estavam com Lusiano e Daivison foram apreendidos. 

Terceiro caso - Nesta semana já são três casos de morte de suspeitos em confronto com a Polícia Militar. Na noite de terça-feira (27), Wilhian Carlos Santos da Silva, 19 anos, morreu após reagir uma abordagem policial, na região conhecida como favela do Mandela, na Rua Sunko Yonamine, no Bairro Morada do Sossego. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions