A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/05/2016 16:12

Dona de Bolt diz que foi denunciada porque vizinha não aguentava latidos

Renata Volpe Haddad
Casa improvisada que dona do Bolt fez para ele e mais dois cachorros pequenos. (Foto: Alcides Neto)Casa improvisada que dona do Bolt fez para ele e mais dois cachorros pequenos. (Foto: Alcides Neto)

"Estava com Bolt há duas semanas e ele ainda estava se recuperando, pois foi pego de um caminhoneiro que não tinha tempo para cuidar dele. Comprei tijolo e cimento semana passada para começar a construir uma casinha para meus cachorros e fiz uma improvisada para não passarem frio nem tomarem chuva".

O relato é de Micaely Gomes Ferreira, 19, dona do Bolt, cachorro da raça pitbull, de oito meses, que foi encontrado debilitado e resgatado no bairro Vida Nova na manhã de sexta-feira (20) em Campo Grande. A jovem procurou a reportagem do Campo Grande News para relatar sua versão.

Charles Silva, 31, amigo de Micaely contou que há três semanas pegou Bolt de um caminheiro que mora no mesmo bairro que eles. Segundo Silva, o ex-dono do cachorro viajava muito o deixando sozinho.

Sensibilizado com a situação, já que o animal estava muito magro, Charles levou Bolt para casa, comprou ração e levou ao veterinário que receitou apenas vermífugos para o cachorro. "Eu tenho um outro cachorro de raça pequena e eles não se deram bem e como Bolt é bem maior, fiquei com receio que ele machucasse o menor, foi aí então que comecei procurar alguém para cuidar do Pitbull, foi quando Micaely se ofereceu", conta.

Na casa de Micaely tem mais dois cachorros menores. No fundo do quintal, de onde Bolt foi resgatado, a jovem improvisou uma casinha para os animais. "Eu dei um jeito para eles não ficarem na chuva e no frio, comecei a comprar tijolo e cimento e já ia começar a construir a casa deles, mas eu sou pobre e as coisas são mais difíceis", relata.

Bolt foi resgatado e está na clínica veterinária Clinvet sendo cuidado. O animal da raça Pitbull já passou por um check up. (Foto: Silas Lima)Bolt foi resgatado e está na clínica veterinária Clinvet sendo cuidado. O animal da raça Pitbull já passou por um check up. (Foto: Silas Lima)

A jovem disse ainda que trabalha na escala de 12 horas por 36 horas e ontem chegou do trabalho e foi dormir. "Eu confesso que ontem de manhã não fui dar ração para eles porque estava muito cansada, foi quando ouvi um barulho muito alto no portão, levantei para ver, tanto é que me filmaram de camisola, vi quatro mulheres levando Bolt pela coleira e disse para soltá-lo, foi quando uma delas me xingou de vagabunda", relembra.

Micaely e Charles acreditam que a mulher que fez a foto do Bolt foi uma vizinha que não aguentava os latidos dele. "O cachorro é novo, ele mexe em tudo, come tudo o que vê, mas não é por falta de comida e sim porque isso é coisa do animal. Eu acredito que ele latia perto do muro dela e a vizinha de raiva inventou a história", afirma Charles.

A dona de Bolt diz ainda que não conhece a vizinha e que foi xingada sem necessidade. "Ninguém sabe o que estava se passando, se eu maltratava, porque não levaram meus outros dois cachorros? Se ele latia muito, por que não veio conversar comigo antes de tomar uma atitude drástica?", questiona.

Micaely quer o Bolt de volta e afirmou que na segunda-feira (23) vai buscá-lo na clínica Clinvet, para onde foi levado.

Resgate - Vizinhos de Micaely se comoverem com a situação de Bolt, encontrado debilitado e sem comida. O caso que foi compartilhado em uma rede social tomou grandes proporções e algumas pessoas entraram na casa, pegaram o cão e levaram a uma clínica veterinária para receber os tratamentos necessários, que estão sendo pagos pela professora Bruna Rajão.

Confusão - Micaely registrou um boletim de ocorrência na 2ª DP (Delegacia de Polícia) como violação de domicílio. Segundo o registrado, a mulher estava dormindo quando ouviu o barulho no portão.

Ao levantar, viu o portão aberto e quatro pessoas em frente ao local. Ela teria visto uma das pessoas segurando o animal pela coleira, momento em que pediu que elas devolvessem o cão ou chamariam a polícia. Quando os policiais chegaram, a mulher foi informada de que uma denúncia de maus tratos havia sido registrada contra ela.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a mulher alegou que teria ganho o animal há aproximadamente duas semanas já debilitado e estaria cuidando dele, e que uma pessoa se passou por ela e autorizou a entrada das outras que o levaram do local.

O delegado da 2ª DP, Waldir Benedi, informou que o caso está sendo investigado para saber se houve mesmo maus tratos por parte de Micaely, e será encaminhado para a Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Proteção ao Turista).

Bolt foi resgatado muito magro. Ele tem oito meses de vida. (Foto: Silas Lima)Bolt foi resgatado muito magro. Ele tem oito meses de vida. (Foto: Silas Lima)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions