ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Dos 16 moradores de rua abordados durante a noite, nove foram acolhidos

No total, foram distribuídos 15 cobertores pela equipe da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social)

Por Viviane Oliveira | 21/05/2022 10:18
Moradores em situação de rua dormindo nas calçadas, no Centro de Campo Grande, em manhã gelada. (Foto: Marcos Maluf)
Moradores em situação de rua dormindo nas calçadas, no Centro de Campo Grande, em manhã gelada. (Foto: Marcos Maluf)

Dos 16 moradores de rua abordados pela SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) em Campo Grande na noite gelada de ontem (20), apenas 9 aceitaram acolhimento. No total, foram distribuídos 15 cobertores. Na Capital, o dia começou com sensação térmica de 8 graus.

Ao aceitar ir a um abrigo, a pessoa é classificada e, dependendo do perfil, encaminhada para a Unidade de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias, a Casa de Passagem Resgates ou a Casa de Apoio São Francisco, onde tem acesso a cuidados de higiene pessoal, roupas, agasalhos e atendimento psicossocial.

O frio tem sido muito intenso em Campo Grande nos últimos dias. Na última quarta-feira (18), mulher de 63 anos teve de ser atendida após quadro de hipotermia. Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), a mulher foi levada ao CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Coophavilla e, depois de receber cuidados médicos, teve alta.

Segundo o coordenador do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Ricardo Rapassi, a situação se caracteriza quando alguém tem redução expressiva na temperatura corporal. “Nesses dias de frio, a gente está mais suscetível a esse tipo de mudança."

Informações sobre pessoas em situação de rua podem ser enviadas para as equipes da SAS, por meio dos telefones (67) 99660-6539 e (67) 99660-1469.

Nos siga no Google Notícias