A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/08/2012 13:37

Dupla que fez limpa em casa usou caminhão fretado para transporte

Elverson Cardozo e Mariana Lopes
Gleidson Guimarães, de 28 anos, comprou o fogão, a mesa e o rack por R$ 200,00. (Foto: Minamar Junior)Gleidson Guimarães, de 28 anos, comprou o fogão, a mesa e o rack por R$ 200,00. (Foto: Minamar Junior)
Móveis foram furtados em uma casa localizada no bairro Guanandi. (Foto: Minamar Junior)Móveis foram furtados em uma casa localizada no bairro Guanandi. (Foto: Minamar Junior)

Uma dupla conseguiu furtar todos os móveis de uma casa e transportar as mercadorias em um caminhão fretado sem que ninguém desconfiasse. O caso aconteceu no bairro Guanandi, em Campo Grande, no dia 29 de julho. Os criminosos foram identificados ontem (14). Um está preso; o outro prestou depoimento, foi indiciado e liberado.

Joilson Silva de Albuquerque, de 30 anos e Fábio Pereira Maciel, de 32 anos, fretaram um caminhão, estacionaram o veículo em frente à casa, furtaram todos os móveis da residência e fugiram sem levantar suspeitas.

No momento do furto não havia ninguém no local. O imóvel, que estava fechado, foi alugado por um casal, que comprou toda a mobília, mas ainda não tinha mudado.

A dupla conseguiu levar um jogo de sofá, fogão, geladeira, máquina de lavar roupas, cama box, mesa com quatro cadeiras, cômoda e um rack. Parte das mercadorias foram vendidas para Gleidson Guimarães de Abreu, de 28 anos, morador do mesmo bairro. O rapaz disse que comprou o fogão, a mesa e o rack por R$ 200,00.

Segundo a polícia, durante a negociação com Gleidson, Fábio disse que estava vendendo barato porque precisa pagar o frete. Ele chegou a apresentar nota fiscal das mercadorias. O problema é que o documento também havia sido furtado. Apesar do esforço, o “vendedor” levou calote de R$ 60,00. O restante das mercadorias ele deu de “presente” para a esposa.

O comparsa, Joilson Silva – que tem passagem por ameaça, violência doméstica e furto -, foi preso em casa. Ele foi ouvido, indiciado e liberado. Fábio Pereira já estava preso no Instituto Penal de Campo Grande, por outro furto cometido no dia 7 deste mês.

Gleidson Guimarães, que tem passagem por tráfico e furto, foi preso em flagrante pelo crime de receptação. A polícia procura um quarto envolvido, o motorista que teria fretado o caminhão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions