A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/04/2016 15:27

Durante ronda, Choque recebe denúncia e apreende 151 kg de maconha

Nyelder Rodrigues
Trio foi preso após trazer droga de Bela Vista, fronteira com o Paraguai (Foto: divulgação)Trio foi preso após trazer droga de Bela Vista, fronteira com o Paraguai (Foto: divulgação)

Policiais do BPChoque (Batalhão de Polícia Militar de Choque) apreenderam 151,5 kg de maconha após receberem uma denúncia, feita por um homem que pediu anonimato, enquanto eram realizadas rondas no bairro Aero Rancho. A droga estava em uma casa na rua José Ferreira da Cunha, bairro Iraci Coelho. Três pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com a denúncia, dois veículos, um Fiat Strada e um Fiat Stilo, com placas de fora de Mato Grosso do Sul, constantemente chegavam e saíam de uma casa que ele acredita ser ponto de venda de drogas. Com os dados obtidos sobre os veículos, os militares foram checar a situação e encontraram Elison de Souza Vieira, de 34 anos, saindo com a Strada do local.

Ele foi seguido pelos policiais, que o abordaram já na rua Santa Quitéria. Elison disse que vinha de Bela Vista - cidade localizada a 322 km de Campo Grande - e tinha acabado de chegar. Questionado se tinha passado em algum lugar antes, ele negou, porém, acabou cedendo ao ser pressionado pelos militares do Choque e confessou ter parado em sua casa antes, e que lá estariam várias tabletes de maconha.

Elison e os policiais foram até a casa, onde estavam também Tiago Areco Quintana, 21 anos, e José Gerald Aguirre Ocampos, 22. Lá, as drogas foram encontradas em um quarto, em sacos plásticos, e também em uma caixa no Fiat Stilo. Os três homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas e levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Conforme contaram aos policiais, a droga chegou à Capital pela BR-060, que liga a cidade até Bela Vista. José Gerald receberia R$ 5 mil porque trouxe a droga no Stilo, enquanto Elison, que é o dono dos carros e da droga, e Tiago atuaram como batedores, vindo na frente. A droga foi levada para pesagem na Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) e depois encaminhada à Depac.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions