A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/06/2016 10:32

Em invasão, jovens quebraram vacinas de bebês e rabiscaram documentos

Renata Volpe Haddad e Guilherme Henri
Os garotos rabiscaram palavras sem sentido nas salas administrativas do posto de saúde. (Foto: Alcides Neto)Os garotos rabiscaram palavras sem sentido nas salas administrativas do posto de saúde. (Foto: Alcides Neto)

Uma equipe da Prefeitura de Campo Grande está na manhã desta segunda-feira (13) na UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Serradinho, localizado na rua Delmiro Gouvea, para fazer levantamento do que foi quebrado e depredado pelos adolescentes que invadiram a unidade na tarde de ontem (12). Além de vacinas quebradas, eles bagunçaram as salas e manipularam seringas usadas.

A equipe está fazendo registros e até o momento foi comprovado que vacinas BCG para recém-nascidos foram quebradas e os adolescentes deixaram a geladeira onde elas são armazenadas, aberta. Agora, será analisado se as vacinas ainda intactas foram prejudicadas, já que não ficaram na temperatura ideal.

Os vândalos ainda entraram em salas administrativas e com canetão, rabiscaram o local, com palavras sem sentido. Do local nada foi levado, os garotos até o momento não foram identificados. Eles ainda jogaram tinta nos teclados dos computadores, riscaram documentos com pincel atômico e manipularam seringas usadas.

Ainda será feito levantamento de quantas vacinas foram quebradas e de quanto foi o prejuízo.

Caso - Conforme depoimento de funcionário da prefeitura à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), ele recebeu ligação de colega de trabalho às 17h30 de domingo (12) que lhe informou sobre o ocorrido três garotos que pularam o muro e depredaram o local. 

O secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, alegou que o posto de saúde do Serradinho não funciona 24 horas e que ataques como este têm sido comuns em algumas unidades de saúde da Capital. Ele informou que as invasões, depredações e até agressões a funcionários em alguns postos de saúde são articuladas por um grupo que está sendo investigado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

Vacinas foram quebradas, principalmente, a BCG. (Foto: Alcides Neto)Vacinas foram quebradas, principalmente, a BCG. (Foto: Alcides Neto)
Garotos invadem unidade de saúde de bairro e quebram frascos de vacinas
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Serradinho, que fica na rua Delmiro Gouvea, na região oeste de Campo Grande, foi invadido às 17...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Outro dia encontrei um rapaz que tinha ido trabalhar na Europa - Espanha e este me referiu sobre o serviço de saúde prestado para a população, tem que pagar tudo, uma simples dipirona com preço próximo aos 50 reais. Temos que ter a noção do quanto nós vale e é útil o serviço de saúde brasileiro (SUS) por mais, precário, por mais incoerente que seja, mas, chega numa UPA num CRS num ambulatório e com um pouco de paciência sai com uma consulta realizada, encaminhamento se for o caso e com toda a medicação prescrita. O SUS é uma conquista e não pode ser perdido. Pense nisso.
 
TIJUANO em 13/06/2016 14:23:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions