A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/07/2013 15:02

Empresa fecha ponto de ônibus com tapumes e deixa usuários na chuva

Luciana Brazil e Giselli Figueiredo
A espera não tem mais banco ou cobertura. O tapume só deixou parte da cobertura de fora.A espera não tem mais banco ou cobertura. O tapume só deixou parte da cobertura de fora.
Usuários precisam se espremer na calçada, sem proteção da chuva ou sol. (Foto: Marcos Ermínio)Usuários precisam se espremer na calçada, sem proteção da chuva ou sol. (Foto: Marcos Ermínio)

Há pelo menos uma semana, os usuários do transporte coletivo, que costumam aguardar o ônibus na avenida Afonso Pena, entre a rua Alagoas e a Goiás, perderam o espaço no ponto de ônibus para os tapumes de uma construção.

A espera pelo coletivo, antes feita no assento e sob o abrigo da chuva e do sol, agora é feita em pé, e em uma parte estreita da calçada. 

Indignados, os usuários defendem o espaço do ponto de ônibus como área pública, que não poderia ser fechada. “Isso é um absurdo. A empresa que está fazendo essa obra não poderia ter fechado o ponto”, diz a estudante de administração Jéssica Gomes, 20 anos.

A jovem espera que providências sejam tomadas com urgência. “Agora temos que esperar na chuva ou no sol, e nem podemos sentar”, disparou.

O encarregado pela obra, Luiz Gonzaga, disse na manhã de hoje (1) que se trata de um prédio comercial. Na versão dele, o proprietário já pediu junto à Prefeitura, que o ponto de ônibus seja transferido para outro local na avenida.

“Aqui vai ser um estacionamento. Os tapumes foram colocados para a proteção das pessoas que ficam no ponto. Pode voar fagulhas de solda ou qualquer outra coisa”, justifica Luiz.

De acordo com a assessoria da prefeitura de Campo Grande a Agetran informa que o tapume não poderia ser colocado isolando o ponto de ônibus, que será removido ainda nesta semana.

"O correto seria aguardar a remoção do ponto ou contornar o mesmo, respeitando o código de obras da Capital, que determina um espaço para circulação do pedestre. Se a calçada tiver dois metros de largura é preciso respeitar ao menos um metro para os pedestres. Sempre a metade do espaço existente."

A prefeitura garante que Semadur vai realizar uma vistoria no local para verificar a situação. "Se for verificado irregularidade, o proprietário será notificado", informa a assessoria.

Tapumes impedem acesso de usuários. Tapumes impedem acesso de usuários.


Na esquina das ruas 13 de Junho com Dom Aquino, em frente ao Belmar Fidalgo, a vários meses a Plaenge colocou um tapume avançando mais de meio metro na calçada penalizando as pessoas que passam por lá. Como existe uma cobertura e banco no ponto de onibus e arvores na calçada, já presenciei um cadeirante passando pela rua, disputando lugar com veículos, por falta de espaço para passar com a cadeira. A Plaenge pode?
 
Paulo Campos em 02/07/2013 13:48:07
se fosse um coitado reformando a própria casa já tinha levado multa, vamos lá, multem a empresa, dá uma multa de um valor X por dia até a remoção do tapume pra ver se hoje mesmo eles não tira, esse papinho de voar fagulha foi doido hein, a fagulha voa no máximo dois metros de onde está sendo feito o serviço e duvido que tenha tanta solda ali perto para ter que colocar o tapume desta forma.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 02/07/2013 12:42:00
Talvez o proprietário da obra seja amigo de alguém influente ou esse alguem influente... Será que a população precisa de uma manifestação pública, fechando rua, até pra isso?
 
Gerson Marques em 02/07/2013 10:47:46
Ontem passei por volta das 20h30 e o TAPUME continua lá, cara pálida. Ainda bem, que as coisas funcionam por aqui nuuuummaaa velocidade, agradecer a PMCG por tamanha agilidade e presteza no atendimento da retirada dessas madeiras.
E quem depende de ônibus, bem como da cobertura para se proteger nesses dias chuvosos, é bom levar capa de chuva e guarda-chuva também.

 
Suzana Maroli em 02/07/2013 08:44:18
Eu trabalho aí perto, pego ônibus nesse ponto todos os dias, e na data de ontem, eu e os demais colegas tivemos que esperar o ônibus debaixo de chuva, porque além de isolarem o ponto de ônibus, escorre muito barro devido à obra, e esse espaço que deixaram pra gente, é pequeno demais! ISSO É VERGONHOSO E INACEITÁVEL! ESPERO PROVIDÊNCIAS POR PARTE DAS AUTORIDADES!!
 
Lais Castro em 02/07/2013 07:22:09
O mais absurdo dos absurdos é que essa obra tem engenheiro e como o engenheiro admite uma irregularidade dessa. CREA, dá um conselho para esse engenheiro que cabulou muitas aulas.
 
Carlos José em 01/07/2013 22:24:37
Aproveitando essa matéria tem outra aberração na 07 de setembro, entre 14 de julho e 13 de maio, uns tapumes tomando conta da calcada, os pedestres que vão pra rua. pq na calcada não tem espaço.
 
Carlos Gomes em 01/07/2013 21:53:40
Fazer o que tenho certeza que o prefeito vai aplicar a verba de mobilidade nesse caso talvez queira fazer um pontilhão no ponto pra não atrapalhar a obra desse mal educado que pôs o tapume escondendo o ponto, se você que mora na periferia coloca areia ou pedra na calçada por pouco tempo, já aparece um fiscal pra notificar mas isso é só na periferia.
 
joao braz em 01/07/2013 21:13:40
Que absurdo, se é num bairro já teria multado o proprietário da casa. Presta atenção na cidade Agetran! Pra que vocês servem? Só pra multar quem não coloca parquímetro? Por isso o Brasil não muda.
 
Kennedy Queiroz em 01/07/2013 21:07:30
A prefeitura permitiu que ocorresse a privatização da calçada, foi por licitação ou foi por omissão ? E câmara de vereadores vai ficar calada ou ela esta preocupada em salvar os mandatos que estão pendentes na justiça eleitoral ?
Perguntar não ofende né ....
 
nelson eder em 01/07/2013 19:50:33
Mesmo o camarada tendo pedido a prefeitura a mudança do ponto, não justifica ele impedir que seja feito uso do mesmo, a Agetran e Semadur só podem estar de palhaçada, perto de casa um sujeito deixa carros o dia todo na calçada e mesmo já tendo feito denuncia nada foi feito, e meus impostos continuam indo pro ralo!
 
Junior Ferreira em 01/07/2013 19:14:41
E o direito de ir e vir?
 
ROSIMEYRE PEREIRA FERREIRA em 01/07/2013 17:57:59
Isso é uma afronta as autoridades constituídas de nossa Capital!! Agora, não é só retirar o tapume não: tem que ter multa também!
 
MARCELLO MENDES em 01/07/2013 16:58:45
Pelo que sei a distância que deve ser deixada para os pedestres é de 1,5 metros, se esta foi respeitada a obra esta regular. Pergunto: O que aconteceria com o proprietário da obra se alguma coisa acontecesse com as pessoas que estivessem esperando pelo coletivo? Entendo que antes de refletirmos sobre o espaço assegurado para nosso conforto devemos preservar regras que assegurem a segurança das pessoas que se valem daquele local.
 
Fagner Lopes em 01/07/2013 16:35:12
O órgão fiscalizador da Prefeitura esta de parabéns, afinal de contas se dane o povo que paga um transporte com serviço excelente, pra quê cobertura não é mesmo.
É muito engraçado que a todo momento quando iniciamos a construção de uma casa, sempre aparece fiscal para tentar barrar, penso eu como uma obra dessa que a todo momento passam os fiscais, ninguém nada faz. Corte galho de qualquer matinho pra você ver se não aparece trezentos fiscais te multando, palhaçada!
. "Se for verificado irregularidade, o proprietário será notificado", informa a assessoria. FOTO NÃO BASTA, risos.
Esse é o Brasil, agora o dono do estabelecimento fazer argumentação como essa furada e acima de tudo isolar o lugar como se dele fosse é um absurdo.
 
Suzana Maroli em 01/07/2013 16:30:29
Como assim... "Se for verificado irregularidade...'' - HÁ UMA IRREGULARIDADE!


 
Thiago Alves de Assis em 01/07/2013 15:57:06
A agetran so ta sabendo por que avisaram ela, pois se em dia de sol, eles não andam na rua imagina com tempo chuvoso, para poder fiscalizar esse tipo de ocorrencia
 
Anderson silva em 01/07/2013 15:34:15
Tem sempre um esperto querendo se dar bem! Onde já se viu isolar o ponto de ônibus!
Atenção Prefeito Bernal: é hora de multar com força, antes que o Povo resolva a situação: queime o tapume com a construção do esperto!
 
Jorge Campos em 01/07/2013 15:28:15
Cada barbaridade que vemos nesta cidade, cadê os agetran para fiscalizar, será que os guardinhas não passam por está via e nunca virão está irregularidade?
 
Rodrigo Pereira Mendonça em 01/07/2013 15:18:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions