A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/04/2011 11:29

Escolas municipais que fecharam hoje terão que repor aulas

Vivianne Nunes

Apesar da afirmação da prefeitura de que não haveria escolas sem aula em Campo Grande nesta quinta-feira por conta do movimento dos professores por melhores salários, alguns colégios não funcionaram na manhã de hoje e poderão não ter aula no período vespertino.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato pelo telefone com algumas delas.

Segundo a direção da Escola Municipal Oneida Ramos, na Rua Cônsul Assaf Trad no bairro Universitário, a unidade teve aula até as 09h e depois disso os alunos foram dispensados. A informação é de que não haverá aula no período da tarde.

A escola Gonçalina Faustina, na Rua Delamare, bairro Jardim Tarumã, alertou aos alunos que não haverá aula à tarde.

A prefeitura informou, por meio da assessoria de comunicação que, oficialmente não houve comunicado sobre paralisação e que, as que tomaram a iniciativa por conta própria deverão repôs as aulas.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Nunca nos negamos em repor nada, agora é nosso direito mobilizar a classe para uma assembléia independente de qualquer entrave, uma vez que, quando se trata de falta de médicos em postos de saúde e mobilização destes não há um aviso de 72h, sinto muito pelas crianças, pelos pais, mais constantemente vivemos à base de inúmeras pressões (salas lotadas, falta de recursos) e cobranças e o que está sendo reinvindicado é o mínimo que merecemos.
 
Leila Freitas em 28/04/2011 07:19:43
Em vez da prefeitura ficar reclamando que os impostos estão atrasados eles deveriam
remunerar melhor os professores porque graças a eles que nós aprendemos a ler,escrever e muitas vezes sermos pessoas melhores.a prefeitura arecada muito e não sabe distribuir.Que o senhor prefeito olhe com mais carrinhos para os nossos mestres.
 
arlete duarte em 28/04/2011 04:08:23
ISSO É UMA PALHAÇADA.LEVEI MEU FILHO PARA A ESCOLA MUNICIPAL PROF LUIS CAVALLON NO JD PIONEROS QUANDO CHEGO LA O PORTÃO ESTA FECHADO COM UM CARTAZ DIZENDO QUE NÃO HAVERA AULA HOJE NO PERIODO VESPERTINO.ENTÃO É ASSIM FECHA OS PORTÃOS E DECIDEM NÃO DAR AULAS DE REPENTE.ISSO ACONTECEU HOJE NO PERIODO DA TARDE.
 
GRAZIELA FERRAZ em 28/04/2011 02:37:20
trabalho com o público,como os professores...o mínimo que pode acontecer é avisar aos pais,pois muitos tem que trabalhar no horário das aulas.Acho um absurdo total não sermos avisados,pois indicativo de greve tem que ser avisado no mínimo com 72 horas de antecedencia....Fica aqui o meu repudio aos que não informaram e aos vereadores que não atendem esta classe que é TÃO IMPORTANTE,porém recebem poucos proventos.Sou mãe de aluno,não sou professora(keria ser).....
 
iara chaves em 28/04/2011 01:16:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions