A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

29/03/2011 17:45

Morenão testa material para preservar gramado em shows e terá regras

Paula Maciulevicius

Administração “convida” setores da sociedade para debate e afirma não ter recebido reivindicações e sugestões para o estádio

Campo Grande Country Feste testou novo material para preservar o gramado. (Divulgação)Campo Grande Country Feste testou novo material para preservar o gramado. (Divulgação)

Na próxima quinta-feira (31), a administração do Morenão se reúne com Fundação Municipal de Esporte e promotores de eventos para decidir como será o uso do Morenão para eventos.

No último final de semana, um tipo de cobertura foi usada como teste, para acabar com a polêmica sobre a destruição do gramado durante shows no local.

O material cobriu uma área de 2 mil metros quadrados, durante os show sertanejos do Campo Grande Country Fest. O piso “Easy Floor”, a base de polietileno, não danifica o gramado porque permite que a grama “respire”. Ele possui hastes que elevam a cobertura e não deixam o piso “rente” ao chão.

O uso do piso pode ser uma das regras para eventos futuros, porque possui um sistema de ranhuras que permite completa drenagem e ventilação, protegendo assim o gramado.

A cobertura é a mesma utilizada nos estádios Maracanã, no estado do Rio de Janeiro e Morumbi, em São Paulo. O custo é de 25 reais o metro quadrado, o que significaria 175 mil reais só com a cobertura dos 7 mil metros quadrados de gramado, ou metade disso, já que os shows costumam utilizar apenas 50% do espaço.

Polêmica - O estádio virou opção para apresentações após a Justiça determinar o cumprimento da Lei do Silêncio e proibir eventos no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

No sábado retrasado (19), o gramado ficou deteriorado após um show. O evento cercou metade do campo e utilizou como pista. Ao todo, o gramado do Morenão tem 7 mil metros quadrados.

O preço da locação do estádio para shows é superior ao valor determinado para partidas de futebol. Para shows, promotores pagam cerca de R$ 15 mil, enquanto times do Estado pagam R$ 1 mil.

Só nos últimos dois finais de semana o estádio pode ter recebido pela locação para shows, aproximadamente R$ 30 mil. A assessoria de imprensa da UFMS informou que a renda com estes shows é destinada para manutenção do estádio.



É uma vergonha uma cidade como Campo Grande não ter uma arena especializada para realizar eventos como shows, rodeios e etc. Como foi citado acima os cantores de maior renome do momento são daqui, e a cidade não tem estrutura para recebê-los. O Morenão não é um local apropriado para ter show, e eu não acho certo prejudicar o local, que já não é lá grandes coisas, por causa de governantes que nada fazem pelo nosso Estado. Creio eu que, Campo Grande é a unica capital que não possui um lugar adequado para shows.
 
Mary Freire em 30/03/2011 08:58:39
quer dizer então que o estádio continuará a ser usado para shows? Proponho que a oposição à reitota faça uim apanhado desses eventos e o que tem ocaasionadoa e apresente ao MEC... Já que a reitora está pleiteando recursos por lá, acho que os técnicos gostaram de saber o que ela faz com o patrimônio federal aqui!
 
caciano lima em 30/03/2011 08:32:04
acho que ninguem tem que criticar,mais sim união pra fazer um espaço de shows e feiras mais em conta. obrigada
 
lourdes santiago(comercial de feiras nacional e internacional) em 30/03/2011 04:14:00
Acabaram com o futebol no MS, nossa federaçao é uma lastima. Praquê estadio? me parece que o gasto que a UFMS tem na manutençao daquele "elefante branco" daria pra aumentar varios leitos no HU ou montar varios laboratorios para ser utilizados por alunos dos cursos da universidade. Temos que demolir o Morenao..... ou entregar pra quem quiser explora-lo...
 
Celso Ronaldo em 30/03/2011 02:24:05
Com 30 mil da pra plantar um gramado novo. com 1 mil não da nem pra pagar um zelador.
 
Alanderson Rodrigues da Silva em 29/03/2011 10:33:59
que má lhe pergunte, aonde fica a LEI DO SILÊNCIO pra quem mora nas redondezas do Morenão?
 
amanda brandão em 29/03/2011 10:25:55
onde esta o placar eletrônico , será que o administrador do estádio de futebol considera aqueles banheiros como sendo conservados , as cadeiras são sujas o gramado pelo menos visualmente não precisa ser profissional da área para ver que é completamente irregular com especies de gramas diversas , que saudade do major Maravieski que zelava por aquele patrimonio .o que será que o Dr.Pedro Pedrossian pensa deste caos que transformaram o maior estádio de futebol universitário da america do sul.é quando chove os atletas não podem circular pelos vestiarios que inundam, será que consideram aquela pista de atletismo em condições para uso de sua finalidade. o estádio tem que cumprir a sua finalidade fim , não ser usado para shows ou qualquer outra finalidade .o raciocínio de quem esta lá para zelar é que outros eventos comerciais proporciona receita , mas que receita e esta que deixa o estádio em condições de penúria.
 
marcos szukala em 29/03/2011 09:48:54
Agora sim estamos começando a evoluir.
 
Leonardo Reis em 29/03/2011 09:44:10
Mais que manutenção você queria com renda de R$ 1.000 (milão) por jogo, se mal dá para pagar a gasto com energia ellétrica e agua, quando têm um joguinho mais ou menos o pessoal passa até um calzinho no muro.
 
rubens ferreira em 29/03/2011 08:47:27
NAO SE PODE COMPARAR SHOWS NO MORUMBI , MARACANA COM OS DO MORENAO.......LA OS INGRESSOS MAIS BARATOS ESTAO NAO MEDIA DE 100,00 REAIS ENQUANTO AQUI PRIMEIRO LOTE ESTUDANTE PAGA 10zao....OU SEJA, A ESTRUTURA É DIFERENTE.....O PRIMEIRO PRODUTOR QUE FIZER UM SHOW COM ESTA ESTRUTURA CARA...VAI VENDER INGRESSOS A 80,00 REAIS PRIMEIRO LOTE...AI PENSA NA CHIADEIRA
 
marco aurelio em 29/03/2011 08:30:58
É O PRESIDENTE DO OPERÁRIO QUE ESTA CERTO, NOSSA CIDADE TEM HOJE OS CANTORES MAIS FAMOSOS E NO TOPO DA MÚSICA BRASILEIRO E NÃO TEMOS NENHUMA ARENA MÚSICAL PARA ELES SE APRESENTAREM, O LUAN SANTANA VAI GRAVAR O DVD NO RIO DE JANEIRO, QUE VERGONHA CAMPO GRANDE-MS.
 
JORGE TERRA em 29/03/2011 08:19:32
Onde estava esse piso Easy Floor”, a base de polietileno, não danifica o gramado porque permite que a grama “respire”. Na parte que eu estava tava tapado com maderite mesmo, e deve ter derrubado muita gente, porque estav bem mal feito!
 
Jose Roberto Q Fernandes em 29/03/2011 07:40:11
kkkkkkkkkkkkkkk Quem frequenta o estádio sabe que manutenção passa longe ali!
 
Endrigo Zotelli em 29/03/2011 05:59:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions