A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/10/2014 16:31

Estudantes devem "correr atrás" de prejuízo duas semanas antes do Enem

Filipe Prado
Estudantes participam de maratona de estudos para o Enem deste ano (Foto: Marcos Ermínio)Estudantes participam de maratona de estudos para o Enem deste ano (Foto: Marcos Ermínio)

Em menos de duas semanas acontece o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), mas muitos estudantes não se prepararam para as provas, que acontecem nos dias 8 e 9 de novembro. Agora, quem não estudou precisa se esforçar para recuperar “tempo perdido” e conseguir uma boa colocação.

O professor coordenador do Nota 10, André Luiz Caldeira da Rocha, afirmou que é impossível um aluno aprender todo conteúdo em apenas 15 dias. Agora, explicou o professor, o estudante deve reforçar os seus pontos fortes.

“O estudante deve se conscientizar e enaltecer os seus pontos fortes e minimizar os pontos fracos. Ele deve aperfeiçoar o que já sabe e não tentar aprender o que não conseguiu”, aconselhou o professor.

André ainda ressaltou alguns possíveis temas de diferentes áreas do Enem, como em Ciências Humanas. “Podem cair atualidades, a situação econômica brasileira e algumas datas comemorativas, como os 50 anos do Golpe de 64”. Ele também enfatizou, na área de biológicas, os vírus e ecologia, além da regra de três, questões sobre energia e a área financeira, em exatas.

Além disso, antes da prova, conforme o professor, é “interessante refazer as provas de, pelo menos, os dois últimos Enems, para ir se familiarizando”.

Para quem se preparou durante todo o ano e vai prestar o Enem em novembro, a dica de André é “estudar pelo menos 10% a mais do que havia estudado antes até dois dias antes da provas”. Na quinta e sexta que antecedem as provas, os estudantes devem relaxar e esquecer das avaliações.

“A prova é também um teste físico, então o estudante deve ir com roupas leves, adequadas, ter feito uma bola alimentação e ter tido uma boa noite de sono”, complementou o professor.

Para que a prova não seja cansativa, os alunos também podem “programar” duas saídas de sala durante às 4h30 de duração da prova no primeiro dia e 5h30 no segundo, indicou o professor. “Dar uma respirada faz uma grande diferença”, finalizou.

Exame – No primeiro dia, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, cada uma com 45 questões. No segundo dia, serão cinco horas e 30 minutos para responder as 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e as 45 de matemática e suas tecnologias, além de fazer a prova de redação.

Vantagens – Com a nota do Enem, o estudante tem acesso ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e o ProUni (Programa Universidade para Todos), além do benefício do Fies Fundo de Financiamento Estudantil), ao programa Ciência sem Fronteiras e seleções para bolsas de graduação-sanduíche da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

O estudante que fez o Enem também pode se candidatar a vagas gratuitas de cursos técnicos oferecidos pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica). Estudantes maiores de 18 anos podem obter a certificação do ensino médio por meio do exame.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions