A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

01/09/2017 14:10

Ex-vereador e comparsas são presos transportando 412 quilos de cocaína

Carregamento milionário estava camuflado em embalagens de sanduíche

Luana Rodrigues
Droga apreendida pela PF. (Foto: Divulgação/PF)Droga apreendida pela PF. (Foto: Divulgação/PF)

O ex-vereador de Bonito – município distante cerca de 257 quilômetros de Campo Grande - Erregiano da Rosa, o Regis da Rosa, foi preso por tráfico de drogas, na tarde desta quinta-feira (31), na Capital.

Ele e dois comparsas, Ico Vargas Neto e Paulo Eduardo Silva Guimarães, transportavam 412,3 quilos de cocaína. A droga estava embalada em pacotes com a marca de sanduíches MC Donalds.

De acordo com a Policia Federal, o trabalho dos policiais teve início em Bela Vista, de onde saiu o carregamento de droga. Os policiais abordaram um caminhão de transporte de gado e encontraram a droga na carroceria.

Em seguida, uma caminhonete foi abordada e os policiais apreenderam diversos celulares e aproximadamente R$ 9 mil em dinheiro.

Ex-vereador preso. (Foto: Divulgação)Ex-vereador preso. (Foto: Divulgação)

Erregiano da Rosa foi eleito suplente de vereador em Bonito no ano de 2012, pelo PSD (Partido Social Democrático). Ele assumiu o cargo quando Reginaldo dos Reis Nunes da Rocha (PT) teve mandado cassado por extorsão.

Naldinho, como era conhecido, foi flagrado e filmado com R$ 2,5 mil que tinha acabado de receber de uma das vítimas. Após denúncia feita pelo MPE (Ministério Público Estadual), ele foi cassado em primeira e segunda instância pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral).

Regis da Rosa exerceu a função até abril de 2016, quando Naldinho foi reconduzido ao cargo, por decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ele se candidatou a vereador novamente em 2016, desta vez pelo PEN (Partido Ecológico Nacional), mas não conseguiu votos o suficiente para ser eleito.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions