ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

“Experiência ímpar”, diz bombeiro de MS após ajudar a tirar égua do 3º andar

Resgate da égua no Rio Grande do Sul ganhou repercussão nacional pela dificuldade da operação nas alturas

Por Ana Beatriz Rodrigues | 15/05/2024 14:57


“Foi uma experiência única, ímpar”, descreve o capitão do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, Eduardo Tracz, sobre o salvamento de uma égua que foi parar no 3° andar de um prédio na cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. O resgate aconteceu na noite de ontem (14), e gerou uma comoção muito grande nas redes sociais pela dificuldade da operação.

Ao Campo Grande News, Tracz, contou que o animal estava ali aproximadamente há uns 10 dias, fugindo da água que dominava as ruas. Os militares foram acionados logo pela manhã por moradores do prédio. "As equipes fizeram uma vistoria e criaram uma 'força-tarefa' com todos os especialistas em salvamento terrestre para tirar o animal em segurança", contou.

Segundo o capitão, o resgate contou com o apoio de Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Piauí.

“O pessoal se uniu, uniu forças, uniu conhecimento, uniu técnica, uniu materiais, para que esse animal conseguisse ser tirado em segurança. Levamos dois veterinários, o animal foi sedado inicialmente em seguida foram feitas as amarrações nela e tiramos ela numa técnica que a gente chama de tirolesa dinâmica”, detalhou o Capitão.

Eduardo contou que após o resgate a égua foi levado em segurança, em um bote até uma área seca, e em seguida foi transferida para um santuário de cavalos que fica em uma cidade próxima a São Leopoldo.

Todas as vidas importam -  Além do resgate dessa égua, o militar disse que só nesta quarta-feira (15), os bombeiros de Mato Groso do Sul, já resgatou cerca de 30 animais, todos eles estavam em áreas alagadas da cidade gaúcha.

Em vídeos publicados nas redes sociais, Eduardo mostra e conta como os resgates estão sendo feito. [Veja o vídeo]


Está e a segunda equipe de MS enviada ao Rio Grande do Sul, na manhã do último sábado (11), mais oito militares especialistas em salvamento aquático e terrestre foram mandados para dar apoio às equipes de São Leopoldo, um dos municípios atingindo pelas enchentes devido às fortes chuvas.

Calamidade – Até o momento, o estado contabiliza 136 mortos devido às enchentes que atingem 444 municípios de 497 existentes. Além disso, 125 pessoas estão desaparecidas e 441 mil fora de casa. Desse total, 71,3 mil pessoas seguem instaladas em abrigos montados nas cidades.

Nos siga no Google Notícias