A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

20/05/2013 15:13

Família diz que homem que colocou fogo em casa não esfaqueou pai

Viviane Oliveira e Francisco Júnior

A família acredita que Raimundo Cordeiro, de 54 anos, não tenha esfaqueado o pai, José Rodrigues Sampaio, de 81 anos, antes de ter colocado fogo na casa. O caso aconteceu no último sábado (18) na rua Francisco Chaves, no bairro Los Angeles, em Campo Grande.

O idoso, que era cadeirante, foi encontrado morto após um incêndio em casa. A suspeita é que Raimundo tenha matado o pai e depois ateado fogo na residência.

Paulo Henrique Cordeiro, de 36 anos, neto da vítima, diz que não acredita que o tio, Raimundo, tenha matado o avô. “Eu fui ao Imol (Instituto Médico Odontológico Legal) e lá me informaram que no corpo não havia perfuração”, afirma Paulo.

Ainda de acordo com ele, o tio tinha problema mental e há um mês havia saído do Caps (Centro de Atenção Psicossocial), onde estava internado. “Todos nós estamos chocados com o que aconteceu, mas não acreditamos que ele tenha chega a esse ponto. Pode ter sido um acidente”, acredita.

Paulo conta que o sobrinho era carinhoso com o pai. “Era ele quem dava banho e trocava a fralda do meu avô”, finaliza. 

Após ter ateado fogo na casa, segundo testemunhas, Raimundo tentou suicídio. Ele se feriu com um uma faca na região do peito, mas foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa, onde permanece internado no pronto socorro em estado grave.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions