A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

25/05/2018 23:00

Família vai à justiça para tentar transferência de idosa com gripe de CRS

Adriano Fernandes

A família da aposentada Jandira Moura de Freitas, de 74 anos, teve de recorrer à justiça para tentar a transferência da idosa, diagnosticada com a gripe H1N1, para um hospital público da Capital. No entanto, mesmo com liminar pedindo sua transferência com urgência do CRS (Centro Regional de Saúde) do Tiradentes, a aposentada segue internada na unidade que não oferece todas as condições adequadas para o tratamento da doença.

Jandira foi internada na última terça-feira (22), mas o diagnóstico da doença só saiu ontem (24). Grave, a doença não só põe em sério risco de vida o paciente como também, deve ser tratada em leito isolado por conta do risco de contaminação.

A demora no encaminhamento da aposentada para um hospital fez com que a neta procurasse a Defensoria Pública. “Estou com a liminar em mãos, minha avó esta correndo risco de vida, mas ninguém faz nada. Nenhuma das unidades da Capital deu uma noticia”, se queixa a arquiteta, Flavia Miziara, de 26 anos.

Isso porque, conforme ela explica, nenhum hospital tem vaga em CTI ou UTI que possam receber a paciente. Flávia também reclama de negligência no atendimento por parte da unidade. “Médico não age. Enfermeira não age. Pularam a prescrição do medicamento que ela deveria tomar a cada 12 horas. Não fizeram inalação e nos tratam de qualquer jeito. Não tem a menor condição dela continuar aqui nessas condições”, se queixa.

Na liminar, o juiz Alexandre Branco Pucci acata o pedido da defensoria quanto a prioridada na transferência da idosa por conta da gravidade da doença e de sua idade. Mas também estabelece que caso não haja vaga no setor público que ela seja transferida para um hospital particular, com os custos médicos por conta do município.

“Mas nada disso está sendo cumprido. Nem pela assistência social ou chefias da unidade”, completa, Flávia.

Sesau - Via assessoria de imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde Pública informou que o caso está sendo tratado com prioridade e assim que houver disponibilidade de vaga a paciente será transferida.

Direto das Ruas – A sugestão de reportagem chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions