ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 21º

Capital

“Foi um barulho muito alto”, relata testemunha de acidente que matou estudante

Apesar do acidente fatal, testemunhas relatam que o trânsito no local é tranquilo

Por Jhefferson Gamarra e Aletheya Alves | 11/03/2021 15:03
Trecho da Avenida Hiroshima onde ocorreu o acidente fatal na noite de ontem (Foto: Aletheya Alves)
Trecho da Avenida Hiroshima onde ocorreu o acidente fatal na noite de ontem (Foto: Aletheya Alves)

Funcionários de um posto de combustíveis testemunharam o acidente que vitimou a acadêmica de direito Emanuelle Aleixo Gorski, de 21 anos, na noite de ontem (10), na rotatória da Avenida Hiroshima com a Mato Grosso, na entrada do Parque dos Poderes em Campo Grande.

O frentista Júlio César de Souza Grance, 32, relata que já estava no fim do expediente quando ouviu um estrondo da batida.

“O acidente aconteceu no máximo 20h45 porque o posto fecha 21h e já estava no fim do expediente. Foi um barulho muito alto, não imaginei que fosse com uma bicicleta. Ouvimos o barulho e fomos correndo, meu colega chegou mais perto para ver como ela estava e eu liguei para o SAMU”, informou.

A testemunha conta ainda que viu o motorista da camionete descer do veículo para ver o que tinha ocorrido. “O motorista da camionete parou e olhou, depois não sei mais o que aconteceu. Fomos embora por volta das 21h20 e o SAMU ainda estava no local”, diz.

Embora tenha ocorrido o acidente com vítima fatal, o frentista garante que o trânsito é tranquilo no local.

A jovem teve traumatismo craniano severo após ser atingida por uma camionte S-10, por volta das 21h40 e foi levada com vida para a Santa Casa de Campo Grande por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Chegou no local já intubada e morreu uma hora depois.

O boletim de ocorrência foi registrado nesta manhã da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no Centro de Campo Grande pelo pai dela, o médico Anthony Gorski e pelo tio, Michel Gorski, também médico.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário