ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Capital

“Foi um barulho muito alto”, relata testemunha de acidente que matou estudante

Apesar do acidente fatal, testemunhas relatam que o trânsito no local é tranquilo

Jhefferson Gamarra e Aletheya Alves | 11/03/2021 15:03
Trecho da Avenida Hiroshima onde ocorreu o acidente fatal na noite de ontem (Foto: Aletheya Alves)
Trecho da Avenida Hiroshima onde ocorreu o acidente fatal na noite de ontem (Foto: Aletheya Alves)

Funcionários de um posto de combustíveis testemunharam o acidente que vitimou a acadêmica de direito Emanuelle Aleixo Gorski, de 21 anos, na noite de ontem (10), na rotatória da Avenida Hiroshima com a Mato Grosso, na entrada do Parque dos Poderes em Campo Grande.

O frentista Júlio César de Souza Grance, 32, relata que já estava no fim do expediente quando ouviu um estrondo da batida.

“O acidente aconteceu no máximo 20h45 porque o posto fecha 21h e já estava no fim do expediente. Foi um barulho muito alto, não imaginei que fosse com uma bicicleta. Ouvimos o barulho e fomos correndo, meu colega chegou mais perto para ver como ela estava e eu liguei para o SAMU”, informou.

A testemunha conta ainda que viu o motorista da camionete descer do veículo para ver o que tinha ocorrido. “O motorista da camionete parou e olhou, depois não sei mais o que aconteceu. Fomos embora por volta das 21h20 e o SAMU ainda estava no local”, diz.

Embora tenha ocorrido o acidente com vítima fatal, o frentista garante que o trânsito é tranquilo no local.

A jovem teve traumatismo craniano severo após ser atingida por uma camionte S-10, por volta das 21h40 e foi levada com vida para a Santa Casa de Campo Grande por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Chegou no local já intubada e morreu uma hora depois.

O boletim de ocorrência foi registrado nesta manhã da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no Centro de Campo Grande pelo pai dela, o médico Anthony Gorski e pelo tio, Michel Gorski, também médico.

Nos siga no Google Notícias