A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/06/2014 20:14

Funcionário usa carro de cliente e empresa é condenada a pagar R$ 39 mil

Filipe Prado

A concessionária que utilizou caminhonete de cliente, que acabou sendo furtada, é condenada a pagar mais de R$ 39 mil para proprietários de veículo. Um funcionário da empresa Via Park Veículos utilizava a caminhonete F1000, ano 1995, de Paulo Arantes Junior, quando ela foi roubada.

O juiz titular da 8ª Vara Cível de Campo Grande, Ariovaldo Nantes Corrêa, julgou procedente a ação movida pela vítima.
Em maio de 2010 a vítima deixou o veículo na concessionária, mediante contrato verbal, para consignação. Porém alguns tempo depois a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) entrou em contato com Paulo informando que seu veículo havia sido furtado na frente da casa do funcionário da empresa.

A vítima procurou o proprietário da concessionária, que afirmou que o filho de Paulo o autorizou a utilizar o carro. Ele relatou que a autorização foi dada para a troca de bateria e reparo mecânico.

Como a concessionária não conseguiu provar que Paulo ou outra pessoas havia dado a autorização par que o funcionário utilizasse o automóvel para fins particulares, a revendedora foi condenada a pagar R$ 34.304,00 por danos materiais e R$ 5.000,00 por danos morais.

O juiz concluiu que “a falta de diligência necessária na guarda do veículo sob sua responsabilidade e o furto do veículo deixam evidentes a falha na prestação dos serviços pela ré e dá causa a transtornos que vão além do mero dissabor, sobretudo ante a recusa quanto ao ressarcimento”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions