A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

03/07/2015 11:50

Grupo que zomba da polícia em vídeo é indiciado por apologia ao crime

Luana Rodrigues
Imagens foram gravadas por um celular (Foto: Reprodução/ Whatsapp)Imagens foram gravadas por um celular (Foto: Reprodução/ Whatsapp)

Um grupo de oito homens está sendo procurado pela polícia, por apologia ao crime em um vídeo divulgado nas redes sociais. Um boletim de ocorrências foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, e eles serão indicados por apologia ao crime, além de formação de quadrilha, conforme o andamento das investigações da polícia.

Até agora ninguém foi preso, a polícia já identificou Marcos Antônio dos Santos Junior, 23 anos, Luiz Carlos Guilherme Godoy, 30 anos, e Fabiano Alves da Silva, 22 anos, que agora estão sendo acusados de incitar a prática de crimes. "Estamos fazendo estudos para poder indiciá-los também pelo crime de formação de quadrilha, mas isso se ficar comprovada a atuação deles todos juntos em algum crime", explicou o delegado do 7º DP, Paulo Henrique Sá.

Os autores aparecem em um vídeo ameaçando atirar contra policiais, e ainda dizem que são integrantes da facção criminosa PCC, "programados para matar".

Ainda conforme a polícia, um dos jovens que aparece no vídeo responde por homicídio, outro está com um mandado de prisão em aberto e todos os demais têm passagem pela polícia.

"Programados pra matar" - No vídeo divulgado pelo aplicativo Whatsapp, os jovens parecem estar sob o efeito de bebida alcoólica. Um deles diz que, “mete bala até nos homi (policiais) e quem mexê com nóis a bala come”.

Nas imagens, eles afirmam que "comandam" o crime no Jardim Aeroporto. O grupo até canta uma espécie de música: “Nóis tá na atividade, nós tá no procedê, quem tá falando é o muleque do PCC”. 

Veja as imagens:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions