ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Guarda Civil Metropolitana fecha fim de semana abordando quase 1300 nas ruas

Na operação do toque de recolher mais recente (30), oficiais orietaram 158 cidadãos a voltarem para casa.

Por Giovana Martini | 30/11/2020 08:51
Oficiais da GCM realizando a fiscalização do toque de recolher. (Foto: Assessoria GCM)
Oficiais da GCM realizando a fiscalização do toque de recolher. (Foto: Assessoria GCM)

Na madrugada entre domingo e segunda-feira (30) os oficiais da GCM (Guarda Civil Metropolitana) realizaram a fiscalização em vias públicas sobre a restrição de horário de circulação, o toque de recolher, de acordo com o decreto 14.528 de 25 de novembro de 2020. Nesta ocasião, foram  158 pessoas na rua fora de hora, 21 estabelecimentos comerciais foram orientados a fecharem as portas e instruções em 14 residências.

Os números da noite passada somam-se as outras noites do primeiro fim de semana com a reimplementação do toque de recolher, medida adotada devido ao crescimento de infecções e internações por conta do novo coronavírus, a "segunda onda" como vem sendo chamada. Foi estipulado que a partir de meia noite até as cinco da manhã, cidadãos devem se recolher em suas residências e estabelecimentos que não são serviço essencial devem fechar as portas; como conveniências, restaurantes, casa de festa, etc.

Entre sexta-feira (26) e a madrugada entre domingo e segunda-feira (30), foram abordadas pela GCM (Guarda Civil Metropolitana) 1298 pessoas nas ruas fora do horários estipulado, com ênfase na noite de maior movimento, sábado (27), na qual 550 cidadãos desrespeitaram a medida de restrição. Em todas as noites, a Guarda orienta que os passantes retornem a suas casas e que estabelecimentos abertos além do horário fechem as portas; foram 181 orientações em locais comerciais neste fim de semana.

Para denunciar aglomerações indevidas e qualquer outra forma de desrespeito ao toque de recolher, ligue 153.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário