A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/11/2013 10:42

Guarda fecha passarela no Parque do Cabaça e moradores reagem

Filipe Prado
Moradores usam passarela para economizar tempo (Foto: João Garrigó)Moradores usam passarela para economizar tempo (Foto: João Garrigó)

O fechamento do Parque Linear do Cabaça revoltou moradores que moram da região do Bairro Santo Antônio. Uma “passarela” usada para cortar caminho, foi fechada pela Guarda Municipal no dia 13, mas depois da reclamação dos o parque foi reaberto.

"Eles fecharam nossa passagem, então fomos lá conversar com eles, mas acabamos brigando. Hoje eles já abriram, senão nós iríamos abrir no alicate”, reclama Celso Marques, 45 anos. O temor agora é que o lugar seja novamente obstruído.

A passarela passa pelo meio do parque, mas não há portão no local, somente uma cerca aberta. Segundo os moradores, a passagem é usada para facilita a rotina. “Muitas crianças e idoso passam por aqui, para economizar tempo”, comenta o serralheiro Sergio Kaczan, 39.

Rosemari do Nascimento, 41, está entre as pessoas que sempre passam pelo local. “Venho por aqui para levar meu filho na escola, economiza muito meu tempo. Hoje tive que passar por fora, gastei uns 10 minutos mais de caminhada, andei cerca de um quilômetro”, relata.

Outro lado – Mas há quem tenha gostado do “fechamento” da praça. Regina Lucia Gama Silva, 64, reclama do abandono. “Eu prefiro como ela está agora, pois a guarda nos dá mais segurança. Antes estava abandonada a praça”.

Ela conta que muitos usuários de drogas frequentavam o local. “Muitos maloqueiros frequentavam aqui, depois que a guarda chegou, me sinto mais segura. Antes tinham muitas pessoas entranhas, e até começaram a surgir arrombamentos de carros por aqui”, relata Regina.

Guarda Municipal – Segundo a Guarda Municipal, eles realmente fecharam o acesso à passarela, pois há entradas oficiais no parque e a passarela, na verdade, foi aberta pelos moradores, o que dificulta a fiscalização.

O canil da Guarda Municipal também será instalado no local.

Regina se sente mais seguros depois que a guarda chegou à praça (Foto: João Garrigó)Regina se sente mais seguros depois que a guarda chegou à praça (Foto: João Garrigó)
A Guarda Municipal explica que fecharam a passarela para proteção dos moradores (Foto: João Garrigó)A Guarda Municipal explica que fecharam a passarela para proteção dos moradores (Foto: João Garrigó)
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...
Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...


Conheço bem o local pois utilizo o parque para caminhadas de fim de tarde. Ali nunca foi uma passarela. Vândalos arrombaram a cerca e o "povão" começou a fazer aquele local de atalho. Por lá passa de tudo, até motociclista. Essa conversa de que facilita para idoso e criança é enganosa, pois o local não foi projetado para esse tipo de utilização e há o risco de pessoas se acidentarem caindo no córrego. Basta que as pessoas contornem o parque pela Rua Salgado Filho, que fica apenas 80 metros abaixo, onde há faixa de pedestres e semáforo, que fica tudo dentro da conformidade. É o velho "jeitinho brasileiro" de querer levar vantagem em tudo, até mesmo criando atalhos onde não deveriam existir. No dia que alguma criança cair naquele buraco que ladeia a tal "passarela" o que a imprensa dirá? Hã?
 
marcos felipe andreatta em 18/11/2013 10:22:56
Quem conhece a região sabe que ali não é lugar de passar. Povo malcriado.
 
Frederico Lopes em 18/11/2013 09:28:39
Se eu fosse o comandante da guarda tira os gms do parque, pois os moradores daí não merecem a proteção da gm, preferem os drogados, maloqueiros arrombadores de carros......tem tanta outras praças e parques por aí que os gms seriam muito bem recebidos é só pesquisar e tirar eles daí, depois quem mora nessa região não vai reclamar.
 
roberto lopes em 17/11/2013 19:13:53
Péssimo exemplo desses moradores.
Depois não adianta falar mal de políticos.
 
Lais Oliveira em 17/11/2013 15:02:27
o brasileiro é folgado isso sim querem o jeitinho
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 17/11/2013 11:59:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions