A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Março de 2019

03/01/2019 11:21

Hemosul começa o ano com apelo para doação de sangue A e O negativo

Tipo sanguíneo A negativo está 80% abaixo do estoque nesta quinta-feira

Aline dos Santos
Campanha do Hemosul lembra que doar sangue é um ato de amor e salva vidas. Campanha do Hemosul lembra que doar sangue é um ato de amor e salva vidas.

Com até 80% abaixo do estoque, no caso do sangue A negativo, o Hemosul de Campo Grande pede doações com urgência. Na Capital, as situações mais críticas são para os tipos sanguíneos A negativo e O negativo (60% abaixo do ideal).

O cadastro dos doadores já começou a ser acionado, para evitar que a situação piore. No Hemosul de Dourados, as reservas do sangue AB+ precisam ser ampliadas em 20%. Conforme a assessoria, a situação não é alarmante, mas já requer cuidados.

O Hemosul de Campo Grande funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17 h; e no sábado, das 7h às 12h. Na unidade de Dourados, as doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h.

Para ser um doador, a pessoa precisa estar bem alimentada, pesar mais de 55 quilos e ter de 16 a 69 anos. Para a primeira doação, o limite é 60 anos.

Doenças que impedem a doação - Não podem doar sangue pessoas com doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como doença de Chagas, hepatite, aids, sífilis. Se estiver com gripe ou alergia, deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions