ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Homem procura a polícia e confessa ter assassinado vizinho

Em depoimento, o autor afirmou que foi agredido e ameaçado pela vítima, por isso reagiu e a esfaqueou

Por Geisy Garnes | 07/04/2020 17:51

Jucemar de Freitas, de 50 anos, apontado por testemunhas como assassino de Elvis Trevisoli Pereira, de 32 anos, se apresentou à polícia nesta terça-feira (7) e confessou o crime. Em depoimento alegou que matou o vizinho após ser chamado de ladrão e ainda ser ameaçado por ele.

O crime aconteceu em uma vila de casas, no Jardim Paulista, nesta segunda-feira – 6 de abril. Para a polícia, testemunhas relataram que nas últimas semanas as discussões entre autor e vítima eram frequentes e sempre por motivos banais, como por exemplo a limpeza do corredor.

Em depoimento, Jucemar confirmou as discussões. Relatou que as brigas aconteciam há cerca de um mês. Afirmou ainda que a vítima o acusava de ter furtado uma bucha e por conta disso o ameaçava de morte e o chamava de ladrão constantemente.

No dia do crime, Elvis voltou a fazer as acusações e “partiu para cima” do vizinho. Na versão de Jucemar, a vítima o agrediu com socos e chutes e para se defender pegou a faca e reagiu.

Elvis foi ferido com golpes no rosto, no pescoço e no tórax e morreu ainda no local, antes de ser socorrido. Segundo o delegado João Reis Belo, titular da 4ª Delegacia de Polícia Civil e responsável pelo caso, depois de prestar depoimento, o suspeito foi liberado, já que não estava mais em situação de flagrante. Caso segue em investigação.