A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

03/09/2019 12:11

Homem que matou por R$ 10 diz que está arrependido e quer pagar pelo erro

O crime aconteceu em frente à entrada de emergência da UPA das Moreninhas, na Rua Araticun, em junho do ano passado

Viviane Oliveira e Clayton Neves
Lucas de cabeça baixa durante julgamento que começou desde as 8h desta manhã (Foto: Clayton Neves) Lucas de cabeça baixa durante julgamento que começou desde as 8h desta manhã (Foto: Clayton Neves)

Durante julgamento, realizado desde as 8h30 desta terça-feira (3) na 1ª Vara do Tribunal do Júri, Lucas de Moraes Charão, 23 anos, conhecido como Bocão, disse que está arrependido e quer pagar pelo crime que cometeu. Ele é acusado de matar a tiros na madrugada do dia 28 de junho do ano passado, Edimar da Silva Pinto, 42 anos, em frente à entrada de emergência da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, na Rua Araticun. 

Segundo denúncia do Ministério Público, Lucas e um adolescente de 17 anos seguiam para a casa de um conhecido, quando no meio do caminho encontraram a vítima consumindo pinga em frente a um bar fechado. O garoto, então, passou a cobrar da vítima dívida de droga no valor de R$ 10. Os dois começaram a discutir, quando de repente o réu sacou uma arma e atirou. Na sequência, os dois fugiram do local. 

O homem foi socorrido por enfermeiros da unidade, mas não resistiu e morreu. Lucas alegou aos jurados que só atirou porque se sentiu ameaçado, pois se negou a emprestar o dinheiro para que Edmar quitasse a dívida. "Eu sei que vou ser condenado. Quero pagar pelo meu erro e ter uma segunda chance", afirmou. O resultado do julgamento será divulgado no período da tarde. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions