ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Identificado homem suspeito de matar policial militar em conveniência

Amanda Bogo e Marcus Moura | 30/12/2016 12:40
Conveniência onde ocorreu o crime (Foto: Alcides Neto)
Conveniência onde ocorreu o crime (Foto: Alcides Neto)

Foi identificado como Roberto da Silva, 32 anos, o suspeito de matar o policial militar Márcio Correia Ferreira, de 37 anos durante discussão em uma conveniência localizada na Rua Brilhante, Vila Bandeirantes, em Campo Grande, na madrugada desta sexta-feira (30).

Conforme tenente Vieira da PM, a polícia recebeu a informação de que Roberto estava escondido em uma residência localizada no Residencial Cellina Jalad, no bairro Caiobá.

Ao adentrar a casa, o suspeito, que estava no quarto, efetuou disparos contra os oficiais, que responderam com três disparos. Ele foi atingido e levado para o Hospital Regional, onde passa por cirurgia.

Na casa em que Roberto estava, foi encontrada uma arma calíbre .40 da vítima. O corsa preto utilizado por Roberto para fugir da cena do crime foi achado no bairro Oliveira 2. Ele já tinha passagens por desobediência, violência doméstica e ameaça. Pelo fato da arma ter sido encontrada na casa do suspeito, o caso foi registrado como homicídio e latrocínio.

Moradores do residencial onde o suspeito foi encontrado ficaram surpresos com a presença da polícia, que interditou a rua e só pemitiu entrada e saída de pessoas autorizadas. “Foi tudo muito rápido. Em questão de minutos eles chegaram e ouvimos os disparos de arma de fogo”, contou uma mulher, que não quis ser identificada.

Caso - Márcio foi atingido por tiros, depois de discutir com Roberto. O motivo da briga seria uma discussão entre duas mulheres que acompanhavam vítima e autor.

Conforme informações da Polícia Militar, ainda preliminares, o policial estava bebendo em frente ao local com uma mulher, quando ela se desentendeu com outra moça.

Por conta da discussão das mulheres, policial e autor também partiram para a briga, até que a arma do policial caiu no chão, momento em que o homem pegou o revólver e atirou contra ele.

O policial teria sido atingido por dois tiros no tórax. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Leblon.

Nos siga no Google Notícias