A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

13/08/2017 12:21

Idosa encontrada nua em terreno ‘estava deformada’, diz comerciante

Mulher precisou ser levada para a Santa Casa e polícia suspeita de estupro

Guilherme Henri e Amanda Bogo
Terreno baldio no Jardim Itamará onde idosa foi encontrada ferida e sem roupas (Foto: João Paulo Gonçalves)Terreno baldio no Jardim Itamará onde idosa foi encontrada ferida e sem roupas (Foto: João Paulo Gonçalves)

A idosa de 77 anos que foi encontrada na manhã de hoje (13) sem roupas e ferida em um terreno baldio, do bairro Jardim Itamaracá, “estava deformada”. A afirmação é de um comerciante de 58 anos, que ajudou a socorrer a vítima, mas não quis se identificar.

A vítima voltava para sua casa, quando relatou ter sido atacada por dois homens desconhecidos. Eles a arrastaram até o terreno baldio, onde a agrediram. Ela foi abandonada nua e a polícia suspeita de estupro.

O comerciante relatou que trabalha em um mercado, próximo de onde a idosa foi encontrada. “Cheguei no mercado por volta das 4h30, mas como de costume antes de abrir as portas eu dei uma volta na quadra para me assegurar que não havia ninguém suspeito nas proximidades”, conta o homem.

Segundo ele, por volta das 5h, uma mulher pediu por ajuda, pois tinha encontrado a idosa. “Ela estava irreconhecível. O rosto estava deformado”, detalha.

De poucas palavras, a idosa disse ao comerciante que quem a agrediu a surpreendeu saindo de dentro do terreno baldio e que não se recorda de mais nada.

Ainda segundo a testemunha, durante o dia o terreno é usado como um estacionamento por populares.

Caso – De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que realizava o atendimento da idosa.

Segundo uma técnica de enfermagem, a vítima estava com várias lesões sendo elas escoriações nas nádegas, corte na cabeça, parte inferior dos olhos, corte na boca e sangramento nasal.

A socorrista explicou que não havia sinais de violência nas partes intimas da vítima e que só um exame mais detalhado poderia constatar se houve ou não estupro.

Conforme a PM, foi apreendido um par de chinelos, que foram encontrados em frente ao terreno onde a vítima estava. A suspeita é de que eles pertençam a um dos autores.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions