A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/07/2011 06:32

Idoso morre atropelado e placar da vida volta a ser zerado na Capital

Francisco Júnior

Atropelador fugiu sem prestar socorro

Um homem de 70 anos morreu depois de ser atropelado na noite de ontem na avenida Presidente Vargas, bairro Santo Amaro, em Campo Grande.

De acordo com informação da polícia, o acidente aconteceu por volta das 18h50. A vítima seguia de bicicleta pela avenida sentido centro ao bairro quando foi atingida por uma moto Honda Titan. Após o atropelamento, o condutor do veículo fugiu do local sem prestar socorro.

O idoso sofreu graves ferimentos e teve que ser socorrido para a Santa Casa, porém às 21h50 não resistiu e morreu. A polícia ainda não conseguiu identificá-lo. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal).

Ainda de acordo com a polícia, testemunhas do acidente não conseguiram anotar a placa da moto.

Com a mais essa morte no trânsito da Capital, o placar da vida volta a ser zerado. O número desse placar representa os dias de vidas salvas no trânsito do município, e toda vez que alguém vier a óbito no local do acidente ou em decorrência de um acidente de trânsito num período de até 30 dias de internação o placar é zerado.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


Não, Leonardo. Não são somente as motos que atropelam e fogem. Somente dois exemplos:
http://www.campograndenews.com.br/transito/condutor-foge-apos-atropelar-e-matar-ciclista-na-duque-de-caxias
http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/idosa-morre-atropelada-por-condutor-embriagado-no-los-angeles

Esse preconceito barato contra motos já tá enchendo o saco. Como se um veículo demonstra-se o caráter da pessoa.
Problema do trânsito de CG: Motos. Como se fosse tão simples assim. O problema começa com o o "jeitinho brasileiro" - a maldita lei de Jerson - passa pela má formação dos pilotos nos CFCs e da politica do Detran, e termina na falta de educação e respeito que impera no nosso trânsito.
 
Jean Carlos dos Santos em 07/07/2011 12:40:01
esse motoqueiro matou uma pessoa que tinha muita alegria em viver so pensava em ajudar as pessoas ele era meu amigo que deus ilumine e guarde a sua alma para sempre.
 
edilson silva em 07/07/2011 08:35:15
Outra vez, outra moto. Tem alguma coisa errada.... Quem compra moto não tem cérebro?
Ou o problema está na formação dos condutores? É pedir muito que para tirar habilitação, o cidadão tenha PELO MENOS o segundo grau?? E quem está fiscalizando as auto escolas???
 
Leonardo Miguel em 07/07/2011 08:29:27
Sempre a velha Moto! Andam no transito feito locos passando na frente de todo mundo, a Agetran devia fazer mais blitz nos horários de pico ou si não o Detran fazer um curso para esses motociclistas respeitarem mais o transito...
 
Valde Junior em 07/07/2011 02:16:26
Agora vou "por a barba de molho" quando tiver que andar de bicicleta na Presidente Vargas...eu, hein?
 
Renato Antônio Barbosa em 07/07/2011 01:17:25
Moto de novo... o grande problema é que os motoqueiros não aprender a dirigir nas auto escolas, aprendem apenas a tirar carteira de motorista, depois no transito do dia a dia é que eles vão querer aprender e colocar a vidas da pessoas e dos veículos em risco, para qeum anda todo dia no trânsito de Campo Grande é fácil verificar a imprudência desses motociclistas, a maioria anda pela esquerda na avenidas, não dão seta, passam no sinal vermelho...
 
Valter Jeronymo em 07/07/2011 01:10:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions