A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

03/06/2018 15:20

Idoso morre em hospital e família acredita em sucessão de erros médicos

Segundo a família, o idoso caiu de uma escada no início de maio e foi flagrado amarrado na maca da unidade de saúde

Bruna Kaspary
Seu Rodolfo e a esposa durante festa de família (Foto: Arquivo Pessoal/Facebook)Seu Rodolfo e a esposa durante festa de família (Foto: Arquivo Pessoal/Facebook)

Depois de cair de uma escada em casa, Rodolfo Rocha, de 77 anos, morreu na manhã desse domingo (3) na Santa Casa de Campo Grande. Segundo a família do idoso, houve uma sucessão de erros médicos que provocaram a morte dele, inclusive uma acompanhante contratada flagrou as mãos dele amarradas na maca.

Conforme o relato da neta Lauane Ferreira Rocha, de 24 anos, aos policiais, o idoso caiu de uma escada dentro de casa e socorrido para a Unidade de Saúde do Posto Tiradentes. Por causa da gravidade do estado de saúde de Rodolfo, ainda no dia 4 de maio ele foi transferido para Santa Casa, onde seu estado de saúde só piorou.

Para acompanhar o idoso, uma cuidadora foi contratada para ficar com Rodolfo a partir do dia 1° de junho e, já no primeiro dia, encontrou ele com luvas de borrachas nas mãos, que estavam amarradas nas laterais da maca. Ao retirar as luvas, a acompanhante percebeu que os pulsos do idoso estavam cortados porque as cordas que o amarravam estavam muito apertadas.

Segundo a enfermeira, Rodolfo foi preso para que não retirasse os aparelhos que o monitoravam e, para a família, a colocação das luvas servia para esconder os machucados.

No dia seguinte, o idoso apesentou uma melhora significativa e falou com os familiares por uma ligação de vídeo. Logo em seguida foi aplicado um medicamento em Rodolfo, que começou a passar mal.

A pedido da equipe médica, a acompanhante teve que ser retirada do quarto para que o idoso pudesse ser atendido. Ao perguntar qual era o medicamento que tinha sido administrado nele, ninguém informou aos familiares.

Logo após ser atendido, o idoso foi transferido para a ala vermelha do hospital por ter sofrido uma parada cardiorrespiratória. Hoje pela manhã Rodolfo sofreu outra parada e faleceu.

Na delegacia, o caso foi registrado como morte a esclarecer. Segundo a família, há imagens dos ferimentos nos pulsos do idoso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions