ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 23º

Capital

“Isso é minilockdown”, classifica porta-voz de lojistas sobre novas medidas

Presidente da CDL afirmou ter cobrado medidas para que sejam adotadas medidas econômicas

Por Liniker Ribeiro e Clayton Neves | 18/03/2021 17:24
Reunião da CDL com o Prefeito Marcos Trad na tarde desta (18). (Foto: Kisie Ainoã)
Reunião da CDL com o Prefeito Marcos Trad na tarde desta (18). (Foto: Kisie Ainoã)

A decisão de fechar tudo por nove dias, em Campo Grande, anunciada em reunião entre a prefeitura e empresários, na tarde desta quinta-feira (18), não agradou os lojistas, que aguardavam flexibilização de medidas, como o toque de recolher. Para a entidade que representa o setor, o impacto financeiro será grande.

“Isso aí é um minilockdown. Teremos uma semana de fechamento e a gente não consegue mensurar em números reais o que isso vai significar”, afirmou Adelaido Vila, presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas).

Descontente, o representante destacou ainda, aguardar projeto da prefeitura para reduzir o prejuízo dos comerciantes. “Saímos daqui com a garantia, do prefeito e secretário de Finanças, de que após essa semana será apresentado plano do município para que o comércio tenha redução de impostos”, destacou.

Conforme acertado em reunião, o plano deve ser apresentado no dia 29 de março.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário