ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Jovem assassinado a facadas foi até quitinete para cobrar dívida

Segundo testemunhas, duas mulheres, um homem e uma criança moravam no local e fugiram após o crime

Por Lucia Morel e Ana Beatriz Rodrigues | 08/12/2021 18:43
Samu levou Eduardo para a ambulância, na tentativa de reanimá-lo, mas ele não resistiu. (Foto: Paulo Francis)
Samu levou Eduardo para a ambulância, na tentativa de reanimá-lo, mas ele não resistiu. (Foto: Paulo Francis)

O jovem de 20 anos assassinado a facadas no bairro Tijuca nesta tarde foi cobrar dívida na casa onde foi assassinado, segundo o delegado da 6ª Delegacia de Polícia, João Reis Belo. A quitinete onde Eduardo Pereira de Souza foi morto pertencia à família dele e estava alugada.

Segundo testemunhas, duas mulheres, um homem e uma criança moravam no local e conforme Belo, não está claro de a dívida que estava sendo cobrado seria do aluguel da casa, de possível roubo de carro praticado conjuntamente com o homem da casa ou se estaria relacionada ao tráfico de drogas.

Eduardo, quando foi preso em agosto, por roubo de veículo. (Foto: Processo judicial)
Eduardo, quando foi preso em agosto, por roubo de veículo. (Foto: Processo judicial)

As pessoas que estavam na casa fugiram após o crime e até o momento ainda não foram identificadas. A vítima chegou a correr para fora do imóvel pedindo ajuda, mas caiu na grama em frente e foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que fez a reanimação, mas Eduardo não resistiu.

“Vamos investigar o caso e ver se tem ligação com outros crimes da região, porque tem havido muitos homicídios por aqui”, afirmou o delegado. Na casa, a polícia encontrou dois celulares, que serão periciados.

Eduardo estava sendo monitorado com tornozeleira eletrônica e tem passagem por furto, tráfico de drogas e roubo. O monitoramento estava sendo feito desde setembro, quando ele saiu da prisão depois de ser preso por furto de veículo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário