A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

22/11/2018 09:24

Jovem de 21 anos é preso em ação de combate à pornografia infantil

Em Mato Grosso do Sul, a operação tem cinco alvos - três deles em Campo Grande e dois nas cidades de Jardim e Iguatemi.

Geisy Garnes e Bruna Pasche
Suspeito - de azul - sendo levado pelos policiais civis (Foto: Henrique Kawaminami)Suspeito - de azul - sendo levado pelos policiais civis (Foto: Henrique Kawaminami)

Um jovem de 21 anos - que não teve o nome divulgado - foi preso nesta quinta-feira (22) durante a Operação Luz da Infância III, que apura crimes de pornografia infantil em todo o Brasil. Ele é o segundo suspeito a ser levado para a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) nesta manhã.

Segundo informações preliminares, o rapaz foi preso no Jardim Tijuca com material pornografico infantil no computador e no celular. Os dois aparelhos foram apreendidos.

Minutos antes, um técnico de laboratório de 37 anos também foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos. Segundo delegado Carlos Delano, da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios), o suspeito seria um dos cabeças de uma rede de pornografia infantil. Os policiais da especializada cumpriram dois mandados de busca e apreensão no Bairro Indubrasil.

Segundo a delegada Marília de Brito Martins, em Mato Grosso do Sul a operação tem cinco alvos - três deles em Campo Grande e dois nas cidades de Jardim e Iguatemi. São realizadas buscas por materiais de pornografia infantil em seis endereços, quatro deles na Capital.

As ações acontecem simultaneamente em 18 estados brasileiros e no Distrito Federal. Ao todo são 69 mandados de busca e apreensão, que visam prisões em flagrante por armazenamento de pornografia infantil.

Essa é a terceira fase da operação. A primeira aconteceu em outubro de 2017 e em Mato Grosso do Sul resultou na prisão de duas pessoas, um advogado e um vendedor. Em maio uma nova ação cumpriu nove mandados de busca e apreensão e terminou com quatro prisões em Campo Grande - entre eles o policial civil Paulo Manoel Eugênio Elesbão Silva, de 36 anos - e outros três em Dourados, Glória de Dourados e Naviraí.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions