A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/09/2011 10:24

Jovem que matou segurança diz que entrou armado em boate

Ana Paula Carvalho
Revólver foi utilizado para matar segurança. (Foto: Simão Nogueira)Revólver foi utilizado para matar segurança. (Foto: Simão Nogueira)
No local ainda estão as marcas do homicídio. (Foto: Simão Nogueira)No local ainda estão as marcas do homicídio. (Foto: Simão Nogueira)

Diego Ferreira de Souza, de 23 anos, já estava armado quando entrou na boate Vodoo, na noite de ontem (10), em Campo Grande. O jovem confessou ter atirado contra o segurança do estabelecimento, Jhon Eder Cortiana Gonçalves, 33 anos, que foi socorrido, mas morreu no local.

O outro envolvido, Janquiel Marques da Silva Júnior, 22 anos, relatou que o amigo estava armado porque integrantes de uma gangue do Aero Rancho os ameaçaram e disseram que iriam encontrá-los na boate.

De acordo com o delegado João Thomaz, mesmo Diego tendo confessado, testemunhas afirmam que foi Janquiel quem disparou. Ele diz que quando percebeu o amigo já tinha atirado contra o segurança.

Ainda de acordo com a polícia, outro jovem foi detido e liberado por ter quebrado carros que estavam estacionados próximo ao local.

Na calçada em frente à boate, ainda estão às marcas de sangue, a camiseta que o segurança vestia e um projétil.

Janquiel e Diego foram autuados em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe. Os dois fizeram exame residuográfico para identificar quem efetuou os disparos.

O caso - Segurança Jhon Eder Cortiana Gonçalves, 33 anos, morreu por volta das 3 horas deste domingo atingido por dois tiros, um no peito e outro na nuca, em frente à casa noturna onde trabalhava, localizada na rua 13 de Junho, área central, em Campo Grande.

Colega do trabalhador, João Antônio dos Santos Cardoso, 22 anos, testemunhou o caso. Ele conta que em um determinado momento um dos rapazes presos pegou sem pedir uma garrafa de vodka do bar.

Ele tentou conversar com os clientes, mas um desferiu uma garrafada em sua cabeça. Diante da situação, outros trabalhadores do Voodo tiraram os jovens do bar.

Os rapazes então passaram a danificar veículos que estavam estacionados na via pública. Jhon Eder saiu da casa noturna para conter os autores e acabou atingido por dois tiros.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas o segurança chegou morto na unidade de saúde do bairro Coronel Antonino.

Jhon Eder trabalhava no local desde que o bar inaugurou, no ano passado. A esposa dele era caixa e ajudava na limpeza do bar. Colegas da vítima não deixaram a mulher ver o marido ferido. O casal tem uma filha de seis anos.

O dois envolvidos na situação foram presos por policiais militares do 1º Batalhão na avenida Afonso Pena, perto da avenida Bandeirante.

Outro rapaz, de 20 anos, chegou a ser detido junto com Diego e Janquiel, apontado como o responsável pela garrafada no outro segurança. No entanto, ele nega. "Se tiver uma câmera lá (Vodoo) vai mostrar que estou dizendo a verdade. Eu abracei minha esposa para protegê-la", defende-se.

Diego confessou ter atirado contra segurança. (Foto: Simão Nogueira)Diego confessou ter atirado contra segurança. (Foto: Simão Nogueira)
Janquiel nega que tenha atirado em segurança (Foto: Simão Nogueira)Janquiel nega que tenha atirado em segurança (Foto: Simão Nogueira)


È lamentavel que a vida de um pai de família trabalhador, tenha sido ceifada por marginais que não teêm nenhum escrupulo e não pense a sociedade que a cadeia resolverá e fará com que eles mudem o comportamento,pois esses ai não tem mais conserto. O janquiel , mais conhecido por " JUNINHO" é um marginal desde qdo era criança, um usuário de entorpencentes e trombadinha, hj um homicida.Reformas na Legislação Brasileira em carater de urgencia, talvez seria a solução para diminuir a criminalidade que inicia logo na infancia.
 
Nauro A.Lara em 13/09/2011 04:03:29

É muito triste saber de uma notícia dessa.
Marginais fazem o que querem, estragam a festa das pessoas que querem se divertir e mais que isso, deixam famílias desoladas e acabadas.
Depois disso colocam a culpa na casa noturna ou no bar, a culpa é dos delinquentes que saem para brigar e não para curtir a vida como todos que saímos curtimos.
Pensem pessoas, festas, shows e casas noturnas não são ringues de briga, vamos aproveitar a vida!
Que Deus conforte a família desse rapaz.

Lamentável.
 
Filipi Minatel em 12/09/2011 12:34:06
Eu estava lá, eles não entraram armados na casa, eles foram colocados pra fora pela confusão que armaram lá dentro e aí quando a confusão se desenrolou na calçada, um deles foi buscar a arma que havia escondido embaixo de uma pedra no terreno da esquina, inclusive ele saiu gritando "vou pegar a arma, vou pegar a arma". Aí aconteceu essa tragédia lamentável.
 
Juliana Marcondes em 12/09/2011 09:47:32
Eu estava no local e não é verdade que o sujeito entrou no Voodoo armado. Eles esconderam a arma em um terreno vizinho, na esquina da 13 de junho com a Maracaju. Tanto que na hora da briga, amigos meus envolvidos relataram que depois que os colocaram para fora um deles gritou: "Pega lá a arma" e o cara foi até este terreno, onde a arma estava escondida embaixo de uma pedra. A mesma pedra grande que o outro desgraçado quebrou todinho o carro do nosso amigo.
Agora, sinceramente, não me espantaria que a briga ja estivese "combinada" mesmo, pois desde o momento que entraram esses desgraçados dessa turma já estavam "cheirando confusão"!
 
Suellen Kemp em 12/09/2011 09:02:47
Gente nova nessa vida fala serio...sabe cresci com essa mulecada mas fui alcançado pelo sangue de jesus...A vitima éra apenas um jovem 33 anos,que papai do céu possa confortar essa familia em nome de jesus...não estou defendendo os dois,mas como cristão e um antigo amigo deles posso dizer galera:Jesus morreu pelo pior assassino,pior extrupador,pior assaltante... ainda tem jeito...exige tempo mas o tempo é de Deus...AMIGOS acordem em nome de Jesus...estou orando pela vida de vocês...A familia da vitima posso dizer que jesus me ensinou: vinde a mim todos os questão cansados e oprimidos porque eu vos aliviarei,força familia....
 
rodrigo da silva soares em 12/09/2011 08:30:20
Mais uma vida inocente ceifada pelas mão de marginais, verdadeiros monstros, que mereciam ou apodrecer na cadeia, ou serem forçados a trabalhar pelo resto da vida para sustentar a família que desgraçaram. É, de fato nossas leis precisam ser revistas, e com urgência.
Fernando - SGT PM
 
Fernando Silva em 11/09/2011 11:11:50
Pelo amor de Deus, como esses jovens entraram armados na casa? E mais, se acontece um problema desse, deve ser acionada a PM e não pessoas leigas interferirem em marginais depredando carros. É a tal da morte anunciada. Só resta chorar junto com os familiares.
 
Fátima Santos em 11/09/2011 04:38:49
Infelizmente um crime que atordoa os donos do bar, os frequentadores e principalmente a família do John, que saiu de casa para trabalhar e não voltará nunca mais.Bandidos mal intencionados que sairam de casa pra arrumar confusão. Que paguem pela vida do rapaz e meus sentimentos a família do segurança.
 
Marcelo Rezende em 11/09/2011 01:58:45
A pessoa que morreu, não é só um notícia, é um amigo, sua esposa Viviane está chorando agora e sua Filha Vitória ainda nem sabe o que aconteceu. Uma providência eficaz tem que ser tomada imediatamente contra os mau elementos que infestam o nosso meio como se fossem um câncer
 
Gisele Grefe em 11/09/2011 01:21:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions