A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/05/2014 14:50

Juiz ouve testemunhas de defesa de mulher vítima de cárcere por 22 anos

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado

O juiz da 2ª Vara da Violência Doméstica de Campo Grande, José Carlos Coelho e Souza, ouve, na tarde desta segunda-feira (5), as testemunhas de defesa da dona de casa Cira da Silva, 44 anos. Ela ficou em cárcere privado por 22 anos. Para evitar o primeiro contato entre ela e o ex-marido, Ângelo da Guarda Borges, 58, que está preso pelo crime desde dezembro do ano passado.

Cira estava bastante nervosa, porque é a primeira vez que os dois filhos mais velhos prestam depoimento à Justiça sobre o crime. Além deles, o magistrado vai colher os depoimentos da ex-patroa de Cira e da autora da denúncia, uma agente comunitária de saúde.

Borges é acusado de manter Cira e os quatro filhos em cárcere privada e vivendo em condições subumanas no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande.

A mulher está morando com o pai e ganhou notoriedade nacional. Em entrevista ao Campo Grande News, ela contou que está adorando a nova vida e até faz planos de voltar a estudar e de encontrar uma profissão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions