A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

15/01/2019 09:19

Mãe flagra homem estuprando menina de 5 anos em pátio de Igreja

Crime aconteceu dentro de uma igreja, localizada na Rua da Saúde, no Bairro Chácara das Mansões

Viviane Oliveira
Caso foi registrado na Delegacia da Mulher, que fica na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami)Caso foi registrado na Delegacia da Mulher, que fica na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami)

O auxiliar de pedreiro Luiz Domingues, 49 anos, foi preso em flagrante na noite de ontem (14) sob acusação de abusar de uma menina de 5 anos dentro da igreja Assembleia de Deus Missões, localizada na Rua da Saúde, no Bairro Chácara das Mansões, em Campo Grande.

Estudante de 22 anos, a mãe da criança contou à polícia que estava na igreja orando quando percebeu que a filha havia saído do templo. Ela, então, foi a procura da menina no banheiro feminino e masculino e não a encontrou.

Na sequência, deu a volta no entorno da igreja e ao chegar próximo a cozinha se deparou com o suspeito encostado na parede com a calça abaixada abusando da vítima. Questionado o que fazia ali, Luiz disse que havia ido urinar porque o banheiro estava ocupado.

Imediatamente, a mãe da menina acionou a Polícia Militar. O suspeito fugiu, mas foi capturado na casa de um parente na Rua Industrial, na mesma região.

Questionado, Luiz negou o crime alegando que foi até o local urinar e a criança o seguiu. Em depoimento preliminar, a vítima contou que o suspeito pegou em seu braço e a levou para os fundos da igreja. Luiz foi preso em flagrante e autuado por estupro de vulnerável. A pena para esse crime varia de 8 a 15 anos de prisão. 

O caso é investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). Por envolver criança, o nome da mãe da vítima é preservado por imposição do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). 

O suspeito passou por audiência de custódia no Fórum nesta manhã (15) e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo juiz Alexandre Branco Pucci. Luiz, que passou a noite na cela da Deam, deve ser levado para um presídio da cidade. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions