A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/08/2011 19:42

Mãe sabia que adolescente era estuprada pelo padrasto, diz filha

Ana Paula Carvalho
Irmãs durante registro de ocorrência na Polícia Civil (foto: Simão Nogueira)Irmãs durante registro de ocorrência na Polícia Civil (foto: Simão Nogueira)

A mulher de 26 que diz ter sido abusada pelo padrasto dos sete aos 12 anos, disse ao Campo Grande News que a mãe dela sabia que a filha mais nova era a próxima vítima do homem de 43 anos. A adolescente de 16 anos vinha sendo violentada pelo padrasto desde os dez.

“Minha mãe sabia e não fez nada. Ela diz que ama ele”, relata.

Ontem (28) as duas irmãs procuraram a Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para denunciar o padrasto. Os abusos só foram descobertos porque a avó das meninas viu o homem beijando a adolescente e contou para a família.

“Eu perguntei, mas ela negou. Só quando eu contei que ele tinha feito o mesmo comigo quando eu era criança que ela resolveu falar”, afirma.

Ainda de acordo com a irmã mais velha, os abusos aconteciam em um matagal próximo a casa onde a família morava no Jardim Noroeste. “Ele é um monstro. Ele não é deste mundo”, diz.

Hoje a garota passou por exame de corpo de delito e está morando com a irmã mais velha. Ela não quer voltar para a casa da mãe. Amanhã ela será levada ao médico para fazer todos os exames necessários.

Abandono - A mulher de 16 anos conta que a mãe também sabia que ela era abusada quando criança, quando a menina estava com 12 anos, a mulher flagrou o marido e filha encima da cama dela. “Ela pegou uma sacolinha de roupas e me levou para a casa da minha avó. Ela disse que eu estava aprontando. Ela me trocou por ele”, diz.

Desde então ela passou a morar com a avó em Anastácio, município distante 135 quilômetros de Campo Grande, teve momentos de revolta e foi morar com o pai no Paraná. Hoje ela é casada e tem um casal de filhos.

Medo - Denunciar o agressor foi o que a mulher achou que era certo fazer. Hoje, ela tem medo de que ele faça alguma coisa com ela e com as irmãs. Segundo ela, o padrasto já a ameaçou de morte.

Familiares relataram a uma das irmãs, que o homem tem ido a casa onde mora tomar banho. O caso será investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção á Criança e ao Adolescente).



o brasil deveria fazer uma manifestação para a pena de morte, para estuprador !
 
vitoria viana em 19/11/2013 19:11:24
nossa esse mundo de hoje cada caso com seus poblemas ;ate onde vai eses casos.bom eu meu ponto de vista uma mãe dessa no meu caso eu preferia nem ter e absurdo cmo uma mãe sabe que a filha eestrupada pelo padrasto e não denuncia meu fico iritada com uma coisa depois dissoe la chma ela de mãe ai e um absurdo ate demais essa euma mãe desfasada so pode ser ne mãe que e mãe não deixa a filha sendo
 
natalia silva de jesus em 13/05/2012 02:03:30
meu e uma coisa munto triste cme qui pode amãe saber que a filha estava sendo abusada pelo esse monstro e ela não faser nada essa uma vagabunda aaaaaaai meu deus cmo pode esa prostututa ver apropria filha dela sere struapda enão faser nada e sianal que ela não tem amor nem pela filha dela.
 
natalia silva de jesus em 13/05/2012 01:57:17
ki valor o ser humano tem em primeiro o prazer
depois o amor...
o pior de tudo
o amor de uma mae por um filho...
ki mundo e esse...
 
rafaela moura rachid em 30/08/2011 10:19:08
a mae e pior que o padrasto..
 
marcio dos santos em 30/08/2011 09:23:37
ME ADMIRA SE ELA NAO SOUBESSE. CASADA COM UM BANDIDO, SO PODE SER IGUAL OU PIOR. CADEIA NELES.
 
LUCIANO MARQUES em 29/08/2011 09:29:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions