A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

13/03/2019 09:49

Mais dez unidades de saúde passam a atender em horário estendido

De acordo com a prefeitura, 80% dos atendimentos nas unidades de urgência e emergência (UPAs e CRSs), poderiam ser resolvidos na unidade básica

Silvia Frias
UBSF no Jardim Azaléia passa a atender no horário ampliado (Foto/Divulgação)UBSF no Jardim Azaléia passa a atender no horário ampliado (Foto/Divulgação)

Mais dez unidades básicas de saúde e da família em Campo Grande passam a atender em horário estendido. Agora, serão 32 postos que passam a atender na nova escala de horário.

A resolução foi publicada no Diário Oficial de hoje retroativas de 1º e 11 de março. Do total, 32 das 68 unidades funcionam em horário de atendimento estendido, sendo 26 unidades das 7h às 19h; duas unidades das 6h às 18h e cinco unidades das 7h às 17h, sem pausa para almoço.

As demais 35 unidades tem horário de funcionamento das 7h às 11h e 13h às 17h, porém já tem cronograma de extensão de horário estabelecido e as 68 unidades estarão em uma das três modalidades acima até julho de 2019.

De acordo com a prefeitura, 80% dos atendimentos nas unidades de urgência e emergência (UPAs e CRSs), poderiam ser resolvidos na unidade básica.

“Na prática, o paciente tem uma febre baixa durante a noite; no outro dia, pela manhã, ele pode procurar uma Unidade Básica de Saúde para investigar o que está gerando esta febre. Mesmo ela (a consulta) não estando agendada”, disse o prefeito Marquinhos Trad (PSD) em visita, ontem, à UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Azaléia, uma das que terá horário ampliado a partir de hoje.

Passam a fazer horário estendido as unidades da Vila Cox, Azaléia, Jockey Clube, Oliveira II, Mata do Jacinto, Anhanduí, Indubrasil, Jardim Antártica, Cidade Morena e Sírio Libanês.

Já operam em sistema ampliado: UBSFs Moreninha, Nova Bahia, Vila Fernanda, Vila Nasser, Santa Carmélia, Jardim Botafogo, Iracy Coelho , Los Angeles, UBS Guanandi, UBSF Serradinho, UBSF Tarumã, UBSF São Conrado, UBSF São Francisco, UBSF Estrela Dalva, UBS 26 de Agosto, UBSF Jardim Itamaracá, UBS Universitário, UBSF Ana Maria do Couto e UBS Estrela do Sul e UBSF Jardim Noroeste e as Clínicas da Família Nova Lima e Portal Caiobá.

Déficit – o sistema de regulação foi criticado pelo Sinte/PMCG (Sindicato dos Trabalhadores Públicos em Enfermagem de Campo Grande, que avalia que a atenção básica ainda não supre a demanda da urgência. A grande procura, tempo de espera e falta de profissionais configuram cenário preocupante para o presidente do sindicato, Angelo Macedo.

Ontem à noite, uma mulher quebrou janela da UPA Coronel Antonino, enfurecida depois de quatro horas de espera por atendimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions