A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Abril de 2019

13/03/2019 07:11

Mulher enfurecida quebra vidro de sala em UPA e estilhaços ferem enfermeiro

Estilhaços do vidro atingiram um homem que estava no local; ele sofreu cortes na cabeça, no nariz e em uma das mãos

Kerolyn Araújo e Mirian Machado
Paciente quebrou o vidro da sala de triagem com um soco. (Foto: Henrique Kawaminami)Paciente quebrou o vidro da sala de triagem com um soco. (Foto: Henrique Kawaminami)

Uma mulher de 33 anos quebrou o vidro de uma sala da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino na noite de ontem (12), após passar quatro horas esperando para ser atendida. Os pedaços do vidro acabaram atingindo um enfermeiro que estava no local. O homem foi atendido ali mesmo, por colegas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a mulher relatou à polícia que chegou ao local por volta das 19h e, às 23h, ainda não havia sido atendida. Nervosa, ela deu um soco em uma janela da sala de triagem e acabou quebrando o vidro.

Enfermeiro durante atendimento, após ser ferido por vidro. (Foto: Direto das Ruas)Enfermeiro durante atendimento, após ser ferido por vidro. (Foto: Direto das Ruas)

Os estilhaços do vidro atingiram o enfermeiro que estava na sala. Ele sofreu cortes na cabeça, no nariz e na mão esquerda.

Revoltados com a situação, servidores da UPA cobraram a presença do prefeito Marquinhos Trad na unidade. Segundo os funcionários, as últimas visitas do prefeito às unidades de saúde de Campo Grande, com cobranças, têm incitado reações violentas da população. Ontem, após o incidente, a equipe fez uma pequena manifestação no local.

A reportagem tentou contato com Marquinhos Trad na manhã de hoje, pelo celular, mas não obteve resposta.

A mulher e o enfermeiro foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions