ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Depois de morte de guarda, ação em bairro é cancelada

Foi a segunda morta entre servidores da Segurança Pública em uma semana

Por Cassia Modena | 22/04/2024 08:11
Josué Antônio Teodoro tinha 52 anos e era guarda civil metropolitano (Foto: Reprodução/Instagram)
Josué Antônio Teodoro tinha 52 anos e era guarda civil metropolitano (Foto: Reprodução/Instagram)

Por causa da morte do guarda civil metropolitano Josué Antônio Teodoro, 52 anos, foi cancelado nesta segunda-feira (22) o início do monitoramento do Bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, que seria feito por base móvel da Guarda Municipal. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da prefeitura.

Josué foi encontrado início da manhã de domingo (21), na casa onde morava no Parque dos Laranjais, em Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência registrado, a esposa do agente de segurança o encontrou já sem vida no quintal da residência por volta das 7h, após acordar.

Ele havia sofrido um acidente há alguns meses e quebrado algumas costelas, segundo o registro. Ele estava afastado do trabalho por sentir fortes dores. Tomava remédios para aliviar, mas surgiu uma depressão por ele ser "uma pessoa bastante ativa e não aceitava ficar parado", conforme o relato.

A nova data para a instalação da base móvel será informada depois, disse a prefeitura.

Segundo caso - Outro agente de segurança pública da Capital foi encontrado morto um dia antes, no sábado (20). Foi o capitão do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Leonardo Luis Mense Rodrigues, de 35 anos.

Leonardo Luis Mense Rodrigues era capitão do Batalhão de Choque da Polícia Militar de MS (Foto: Reprodução/Facebook)
Leonardo Luis Mense Rodrigues era capitão do Batalhão de Choque da Polícia Militar de MS (Foto: Reprodução/Facebook)

Ele foi atingido por um disparo de arma de fogo. O corpo estava também em sua residência, no Bairro Mata do Jacinto, na Capital.

Inquérito policial investiga o ocorrido, para esclarecer as razões da morte.

Notas - A Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar publicaram nota de pesar pelas mortes.

"É com pesar que a Guarda Civil Metropolitana, através da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social da Prefeitura de Campo Grande, presta solidariedade e condolências aos familiares e irmãos de farda pelo falecimento do Guarda Civil Metropolitano Josué Antônio Teodoro", postou no Instagram a página da força de segurança municipal.

"O Batalhão comunica, com profundo pesar, o falecimento de Leonardo Mense. O militar era atualmente comandante da Rotac (Rondas Ostensivas Táticas e Ações de Choque) e do setor de relações públicas da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul", publicou a página do Batalhão de Choque.

Ajuda - O Campo Grande News aproveita para informar que na Capital o Grupo Amor Vida presta um serviço gratuito de apoio emocional a pessoas em crise por meio do telefone 0800-750-5554. O horário de atendimento é das 7h às 23h, inclusive, sábados, domingos e feriados.

*Matéria atualizada às 8h28 para acréscimo de informação.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias