ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  22    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Manifestantes resolvem tomar café da manhã na porta da casa do prefeito

Por Juliana Brum | 18/06/2015 08:29
Olarte conversa com manifestante em frente de casa. (Reprodução Facebook)
Olarte conversa com manifestante em frente de casa. (Reprodução Facebook)
"Mesa" posta na calçada do prefeito. (Reprodução Facebook)
"Mesa" posta na calçada do prefeito. (Reprodução Facebook)
Manifestantes amanheceram em frente a casa do prefeito. (Reprodução Facebook)
Manifestantes amanheceram em frente a casa do prefeito. (Reprodução Facebook)

Comissão de pais e professores resolveu tomar café na porta da casa do prefeito Gilmar Olarte (PP). Eles chegaram por volta das 7h desta manhã (18), reivindicando que ele atendesse a categoria dos professores e desse uma posição sobre a greve que já está em seu vigésimo quinto dia.

Segundo o professor Geraldo Gonçalves, presidente da ACP (Sindicato Campo grandense dos Profissionais da Educação) o prefeito atendeu a comissão.

Segundo a comissão ele afirmou que não tem dinheiro em caixa e não tem como pagar a proposta apresentada pela categoria. "Mas não iremos desistir aguardaremos a conversa do presidente da Câmara Municipal, Mario César (PMDB) com o Olarte agora de manhã" disse o presidente da ACP.

Geraldo Gonçalves afirmou que foi produtiva a reunião realizada ontem de tarde (17) na Câmara dos Vereadores e que o presidente Mario César irá apresentar uma nova contra proposta aprovada pela ACP para o prefeito.

Os professores pedem reajuste de 13,01%. O Executivo oferece 8,5%, porém prometeu uma nova contraproposta após ajustar a folha e reduzir o limite prudencial, em conformidade com a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Segundo o Poder Executivo, os gastos com folha representam 51,3% do orçamento e o limite estabelecido pela LRF é de 54%. Ainda na manhã de hoje, os manifestantes devem participar da sessão da Câmara Municipal, como forma de pressionar os vereadores a aderir a causa dos grevistas. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário