A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

08/04/2019 17:42

Marcada audiência em caso de briga com morte por pit bull

Primeira audiência será em setembro e réu interrogado em novembro

Clayton Neves
Luiz Henrique morreu com tiro nas costas após confusão por causa de cachorro (Foto: reprodução/Facebook)Luiz Henrique morreu com tiro nas costas após confusão por causa de cachorro (Foto: reprodução/Facebook)

Foi marcada para o dia 9 de setembro de 2019 a primeira audiência na Justiça do caso que investiga o assassinato do estudante Luiz Henrique de Souza Barbarotti, de 21 anos, morto a tiros no dia 23 de março de 2018 durante uma briga por cachorro. O interrogatório do réu, Lincoln Márcio D'Elia, está previsto para a última semana do mês de novembro.

Na primeira audiência, que acontece às 15 horas, serão ouvidas seis testemunhas de acusação intimadas pelo Ministério Público Estadual. Para o segundo encontro, agendado para o dia 14 de outubro às 14h30, estão previstos os depoimentos de oito testemunhas de defesa do réu.

O interrogatório de Lincoln foi marcado para Às 13h30 do dia 26 de novembro, um ano e oito meses após o crime.

O caso - Luiz Henrique e mais três amigos caminhavam pela rua com dois cães quando o portão da casa onde Lincoln vive com a família foi aberto, o pit bull deles escapou e atacou os animais que estavam com a vítima.

Para separá-los, um dos rapazes deu socos no pitbull, mas o dono do animal não gostou e uma briga generalizada começou.

Os ânimos se acalmaram e cada grupo seguiu seu rumo. Porém, Luiz Henrique foi surpreendido algumas quadras adiante pelos suspeitos, que estavam em um Volkswagen CrossFox. Houve uma nova discussão.

Lincoln teria sacado a arma e atirado. A vítima tentou correr, mas caiu a 80 metros do local onde foi atingido.

Os suspeitos fugiram quando testemunhas começaram a se aproximar da briga. Durante a luta, o adolescente de 17 anos chegou a ter uma das orelhas dilaceradas.

O acusado se apresentou à polícia mas foi liberado depois de conseguir um habeas corpus na Justiça.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions