ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Médico é vítima de racismo durante atendimento no hospital Universitário

Por Priscilla Peres | 07/12/2014 17:18

Um médico que estava de plantão no Hospital Universitário na manhã de ontem (6), foi vítima de racismo por um paciente que exigia ser atendido, mesmo sem apresentar sintomas. O caso foi registrado pela Polícia Civil de Campo Grande, como injúria.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o médico José Ronaldo da Silva, 38, foi chamado na recepção do hospital para atender um paciente que apresentou dores no peito, e foi conduzido e medicado no posto de saúde do bairro Aero Rancho.

Porém, ao ser atendido pelo médico, o paciente Altair Arce, 64, não apresentava nenhum sintoma grave, mas exigiu que a ficha fosse reaberta para ele ser atendido. O médico informou que faria o atendimento, mas no momento o pronto socorro estava lotado e não havia leito.

Ainda de acordo com o B.O., a vitima ficou insatisfeita com a resposta e disse "eu não quero explicações seu preto nojento". O médico acionou a segurança para conter o idoso e em seguida a polícia para efetuar a prisão.

O plantão foi assumido pela médica Vanessa Colman, que chegou a atender o idoso que passou mal devido a pressão alta. Ambos foram conduzidas para a Delegacia de policia para procedimentos cabíveis.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário