A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/12/2014 17:18

Médico é vítima de racismo durante atendimento no hospital Universitário

Priscilla Peres

Um médico que estava de plantão no Hospital Universitário na manhã de ontem (6), foi vítima de racismo por um paciente que exigia ser atendido, mesmo sem apresentar sintomas. O caso foi registrado pela Polícia Civil de Campo Grande, como injúria.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o médico José Ronaldo da Silva, 38, foi chamado na recepção do hospital para atender um paciente que apresentou dores no peito, e foi conduzido e medicado no posto de saúde do bairro Aero Rancho.

Porém, ao ser atendido pelo médico, o paciente Altair Arce, 64, não apresentava nenhum sintoma grave, mas exigiu que a ficha fosse reaberta para ele ser atendido. O médico informou que faria o atendimento, mas no momento o pronto socorro estava lotado e não havia leito.

Ainda de acordo com o B.O., a vitima ficou insatisfeita com a resposta e disse "eu não quero explicações seu preto nojento". O médico acionou a segurança para conter o idoso e em seguida a polícia para efetuar a prisão.

O plantão foi assumido pela médica Vanessa Colman, que chegou a atender o idoso que passou mal devido a pressão alta. Ambos foram conduzidas para a Delegacia de policia para procedimentos cabíveis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions