A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/11/2012 08:05

Menores queimam colchões e destróem portas durante rebelião

Viviane Oliveira
Vinte e seis adolescente tentaram fugir na madrugada deste domingo. (Foto: Rodrigo Pazinato)Vinte e seis adolescente tentaram fugir na madrugada deste domingo. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Vinte e seis adolescentes se rebelaram por volta da meia-noite da madrugada deste domingo (25) na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, na BR-262 saída pára Três Lagoas, em Campo Grande. Apesar do tumulto ninguém conseguiu fugir.

De acordo com informações apuradas pelo Campo Grande News, o tumulto começou na cela 3 do pavilhão B. Eles tentavam abrir a cela, quando um agente escutou o cadeado cair no chão.

Neste momento, o pavilhão foi cercado por oito agentes que faziam a segurança no local. Os menores conseguiram sair da cela e ficaram soltos no corredor. Eles batiam janelas, quebraram portas e atearam fogo em colchões.

O tumulto, que durou pelo menos 3 horas, foi contido pela Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais).

No total sete alojamentos foram abertos e seis celas ficaram destruídas. Atualmente a Unei tem 73 adolescentes internados. 



Fábio Lopes, enquanto lia a matéria acima estava pensando exatamente em tudo o que você brilhantemente escreveu (antes de mim, risos).

Concordo em número; gênero e grau com você. Acrescento que esses “menores” deveriam trabalhar pesado para auxiliar no próprio sustento lá dentro, mas não pode pois são vistos pelos Direitos Humanos como crianças. Um verdadeiro absurdo!

Deste modo penso que usar drogas, traficar, roubar, estuprar e matar eles (“MENORES INFRATORES”) podem, já que NENHUMA MEDIDA REALMENTE CORRETA É TOMADA.

Depois de tudo destruído, uma Assistente Social irá fazer o levamento dos colchões queimados (risos) e o Estado (NÓS) iremos comprar outros.

Este é o Brasil da impunidade e que passa a mão com amor na cabeça de quem merece pancada.
 
Thiago Assis em 26/11/2012 10:20:10
Enquanto esses "adolescentes" continuarem na "maresia" ,na monótona vida pacata sendo servidos assim como seus "irmãos" que levam a doce vida no presídio de segurança maxima, lhes sobra tempo para pensar no que fazer... tempo e energia para destruir assim como ja aconteceu e acontecerá toda vez, todo ano!
Tantas Ruas , bairros e precisando de uma faxina... uma vassoura uma pá e TRABALHO muito TRABAlHO pra Gastar energia desses nossos "PEQUENOS". Lembrando que entre esses "jovens" ha quem ja possui a maioridade.. que apenas estao nesse estabelecimento pois os crimes(vaaaaaarios crimes) que cometeram fora na sua adolescência... e são os "frentes" desses ensaios de Rebelioes... solicitando absolutamente NADA, Pois Levam uma Vida de REis!!
Parabés a PMMS, a CIGCOE pela Atuação!!
 
RENATO CAVALCANTE FRANCO em 26/11/2012 08:36:35
E no ano passado dizem que foram gastos 2 milhoes de reais para reformar a UNEI, já por motivo de rebelião. Sabem o que é isso? Falta de serviço!!!! Não entendo porque o Estado protege e alisa tanto esse tipo de gente. Não importa a idade, são traficantes, homicidas, ladrões, porém cheios de direitos por conta da menor idade. Um cidadão de bem e honesto passa o dia num posto de saúde aguardando atendimento, essa raça quando vai ao posto tem atendimento prioritário. E a eles são oferecidas atividades de lazer, tais como: passeio de city tour, jogos no círculo militar como ocorreu na última quinta-feria, passeio na Águas Guariroba. Enquanto um pai de família trabalhador muitas vezes não tem condições de proporcionar isso aos seus filhos. Os valores estão invertidos, neste país!
 
wilma karla fonseca em 26/11/2012 08:14:46
É só o que eles aprendem a fazer lá : rebelião e tumulto. Toda semana tem pelo menos uma. Já virou piada isso.
 
Marcos Figueiredo em 25/11/2012 20:37:38
E uns tem até ar condicionado, olha lá !! E eu trabalhando e estudando o dia inteiro pra tentar comprar um...
 
Marcello Batio em 25/11/2012 19:52:40
Se queimam, é porque possuem fósforo/isqueiro... Se possuem fósforo e isqueiro, é porque fumam... se fumam é porque possuem regalias.. e se possuem regalias...........
 
Marcello Batio em 25/11/2012 19:50:10
Isso são os "menores" defendidos pela lei e direitos humanos! A conta do estrago vai para quem? Contribuíntes, povão! Tratando bandido como cidadão a história sempre será esta, eles matam, roubam, etc e querem seus direitos, sendo que não respeitaram os direitos do próximo e sempre quem paga é o contribuínte, ja que criminoso não gera receita e nem impostos. Se eles não tem nada de bom à oferecer para sociedade e ainda causam prejuízos, pq temos de tratá-los como humanos? Direitos humanos para humanos direitos! Tenho certeza que se tratarmos todos apartir de 10 anos de idade em igualdade conforme o delito vai melhorar, pesquise os índices de criminalidade por habitante no EUA ou relacionados a drogas na Holanda, quantas fugas de prisioneiros tem o Japão no ano, Brasil copie idéias boa!
 
Alexandre de Souza em 25/11/2012 18:34:29
poxa vida neh ha quase 2 anos atraz o Juiz da 2ª Vara de Infancia e Juventude que era "responsavel" por esses adolecentes fez de tudo por essa Unei ser reformada e hoje esses menores não dão valor no que as pessoas de bem pensam e fazer por eles
 
Patricia Verardi em 25/11/2012 15:55:53
e ainda ficam passando a mão na cabeça desses vagabundos, tinha que meter borracha no lombo deles, para aprender a viver como gente.
 
Renato Marin em 25/11/2012 13:17:55
concordo plenamente com Carlos Marques, ultimamente quem manda no Brasil são as facções criminosa, endossada por direitos humanos da OAB, fortalecida por depoimentos de políticos com boca de maionese com infiltração de pessoas desonesta de todas as camadas da sociedade, eles só não fazem aquilo que não querem, depois depõem colocando a culpa na polícia vítima dessa façanha degradante.
 
jorge ferreira em 25/11/2012 12:15:33
Nunca ouvi tanta besteira nestes comentários!!! Se destruíram colchões, vão ser penalizados dentro da legalidade, não na truculência demagogicamente defendida por alguns... Vão permanecer, por exemplo, mais tempo cumprindo internação pois não terão bom comportamento... Durmir no chão é ótimo, como defende alguns, para a reeducação do jovem, ele, assim, vai sair de lá bem melhor!!!!! Outra asneira: direitos humanos são direitos de todos os humanos, inclui, sim, defesa das vítimas de violência, da melhoria da saúde, da educação, pois todos são direitos humanos... como também são direitos humanos o respeito à integridade física, moral, psicológica de todos, mesmo que presos...
 
Adriano Bastos em 25/11/2012 12:02:56
que lindinhos esses menininhos!!!!
eles quebram tudo depois nós idiotas consertamos tudo, ta certo temos dinheiro de sobra!!!!!!!!!!!!!!!
 
idevaldo de jesus em 25/11/2012 09:40:43
Se detentos ou menores apreendidos , queimam colchões deveriam ficar dormindo nao chão! Os bens que queimam ou destroem, foram comprados com dinheiro dos impostos que a duras penas pagamos. Queimam, destroem tudo e ai vem o povo do tal direitos humanos paros os defender. Mas nunca vi o povo dos direitos humanos defender o meu direito a ter saúde, educação de boa qualidade e segurança, além de não defederem as familias vitimas desses destruidores do patrimonio publico. Publico que pq foram pagos com recursos de nossos impostos!!!
 
fabio lopes em 25/11/2012 09:29:52
quer acabar com estas rebelião nas UNEI e nos presidios tem solução e só com volta da Ditadura Militar, em São Paulo os donos de restaurantes está dispensando funcionários por falta de clientes causando um grande prejuizo.
 
carlos marques em 25/11/2012 09:06:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions