A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/08/2014 18:19

Ministério da Saúde descarta enviar doses extras de vacina contra gripe

Leonardo Rocha
Vacinas acabam em unidades de saúde, população terá que recorrer a clinicas privadas (Foto: Marcos Ermínio)Vacinas acabam em unidades de saúde, população terá que recorrer a clinicas privadas (Foto: Marcos Ermínio)

O Ministério da Saúde informou que não cogita enviar doses extras da vacina contra o vírus influenza, causador da gripe A, para Campo Grande. De acordo com a pasta, não existe necessidade para um nova remessa, já que o público-alvo da Capital sul-mato-grossense já foi atendido.

Segundo a assessoria do Ministério, foram enviados 30 mil doses no dia 15 de julho e mais 70 mil (doses) no último dia 21 do mesmo mês, destinadas ao público-alvo e não para o restante da população, que não está nos planos da pasta. Também foi informado que cabe a cada prefeitura decidir o que fazer com as vacinas que sobrarem, mas nada além do que já foi estipulado.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) tinha o objetivo de pedir mais 100 mil doses ao Ministério, para atender a demanda que estava procurando as unidades de saúde da Capital. O titular da pasta, Jamal Salem, já havia adiantado que este novo envio dificilmente ocorreria, mas que mesmo assim o pedido seria feito.

Ele inclusive afirmou que ligou para o gabinete do Ministro da Saúde, Arthur Chioro, fazendo a requisição e que aguardava uma resposta. A assessoria do Ministério informou ao Campo Grande News que desconhece tal pedido.

Com o fim do estoque na rede pública de saúde, resta à população de Campo Grande recorrer às clinicas particulares, que oferecem a vacina a um custo em média de R$ 85,00. Desde o início do ano já morreram 18 pessoas em função da Gripe A em Mato Grosso do Sul, sendo oito apenas em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions