A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/01/2014 15:45

Monumentos criados para deixar a cidade bonita acabaram abandonados

Mariana Lopes
O relógio de flores (Foto: Cleber Gellio)O relógio de flores (Foto: Cleber Gellio)

Eles foram construídos para deixar a Cidade Morena mais bonita, mas, por causa da falta de zelo, alguns monumentos de Campo Grande estão praticamente destruídos e até abandonados pelo poder público.

A situação, visível em alguns pontos da cidade, é considerada descaso por alguns campo-grandenses. Enquanto na opinião de outros, a responsabilidade deve ser dividida com a população, que muitas vezes é quem destrói e não cuida.

Um exemplo de monumento abandonado é o relógio de flores que foi construído em 2012, no cruzamento das avenidas Duque de Caxias e Lúdio Martins Coelho, no bairro Taveirópolis.

(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)

No local, o gramado do canteiro até que está aparado, mas o relógio em si deixa muito a desejar na manutenção. De flores mesmo não há nem vestígios, os ponteiros estão parados e os números com a pintura desgastada.

Para a estudante Raquel de Assis, 20 anos, que costuma andar de bicicleta pela ciclovia da Duque de Caxias e sempre passa em frente ao relógio, o canteiro poderia ser mais cuidado e arborizado.

Mas, de qualquer forma, ela acredita que o cruzamento é uma rota de acesso rápido e que, na verdade, poucas pessoas prestam atenção ao monumento. Com isso, na opinião de Raquel, o espaço acaba sendo um ponto perdido na cidade.

“Se fosse mais bonito e bem cuidado, seria um lugar bacana para as pessoas pararem, relaxarem, mas mesmo que arrumem, não acredito que alguém venha para cá para isso, pois tem muito movimento”, pontua a estudante.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Obras fará a limpeza no entorno do relógio, mas não respondeu sobre a manutenção do monumento, ou seja, se há previsão para colocar flores, funcionar os ponteiros e arrumar os números.

Tuiuiú – Na entrada do Aeroporto Internacional de Campo Grande, três estátuas de tuiuiú chamam a atenção de quem passa pelo local, seja morador da cidade ou visitante. Era para ser bonito, e por muito tempo realmente foi. Mas há alguns meses, depois que um temporal destruiu um dos monumentos, o espaço ficou com cara de “obra parada”.

Da estátua, apenas as pernas sobraram inteiros, enquanto o corpo foi todo ao chão, e assim está até hoje. Para “preservar” o monumento, foi colocado um tapume, que “esconde” os estragos.

Para a bióloga Luciana Villamaina, o correto é que existisse uma previsão de orçamento para a manutenção das construções públicas. Mas, por outro lado, no caso do tuiuiú, ela acredita que também haja outras prioridades para investir a verba.

Conforme informações da assessoria de imprensa regional da Infraero, apenas o artista das estátuas é quem pode mexer nelas. No momento, a reforma da obra está em processo de análise de orçamento.

Sem cuidados – E não são apenas os monumentos que estão largados pela Capital. No gramado da Receita Federal, no Parque dos Poderes, um pé de Pau Brasil está aparentemente sem cuidado algum.

A árvore ainda é nova, foi plantada em 2007. Assim como a placa que a identifica, que está enferrujada e quebrada, o pequeno Pau Brasil parece estar esquecido, com galhos secos e sem folhas.

De um modo geral, a bióloga Luciana ressalta que a culpa de os monumentos ou patrimônios estarem em péssimas condições também é da própria população, que não cuida e, em alguns casos, até destrói.

“É a falta de educação das pessoas que deixa nossa cidade feia, o vandalismo gera isso”, pontua a campo-grandense.

(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)
(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)


E ai que se nota a diferença de qualquer cidadezinha do Paraná para o MS, lá tudo é muito organizado e cuidado, salvo poucas exceções, os terrenos baldios viram pequenas áreas de cultivo e os que não são destinados a tal fim, estão limpos. Aqui a história é diferente, praças largadas e terrenos livres sendo depósito dos mais diversos lixos. E não adianta somente culpar e rogar pragas a todos que já passaram pelo executivo, pois os administradores são um reflexo no mínimo parcial da sociedade, afinal, foi a maioria que os elegeu. Então, em minha ótica, lamento o pessimismo mas, isso não mudará tão cedo e torço para que eu esteja muito enganado, todavia o que vejo é que a sociedade não se mostra tão entusiasta quanto a esse tipo de mudança benéfica, infelizmente.
 
Gabriel Porto em 15/01/2014 00:03:51
Essa tal guarda municipal serve pra que além de ficar se mostrando pelas ruas com viatura, fardas e etc......não cuidam nem do patrimônio público.
 
Sonia Pavão em 14/01/2014 16:07:47
Em que pese a falta de manutenção ter piorado na atual administração, muito do que aí vemos já vem de gestões anteriores, e nem sempre é culpa do município. O conserto do tuiuiú quebrado do Aeroporto, p. ex., é responsabilidade federal (Infraero), mas muito provavelmente não se arrumou por alguma restrição de verba, se é que a CGU não julgou supérfluo pagar por esse conserto.
Quanto ao relógio de flores da Dq. Caxias com a Lúdio, é um desperdício e um copismo mais inútil e mal pensado que já vi. Ficou num eixo fora de foco do trânsito mais carregado, forçando a maioria dos motoristas a "torcerem o pescoço" para ver as horas. Isso, sem falar que não se pensou antes que uma gestão futura podia ver esse relógio como um "elefante branco" (e que de fato é) e simplesmente jogá-lo às lagartas.
 
Marcel Ozuna em 14/01/2014 09:41:15
Todos esses "monumentos" estão a tempos abandonados, não vem desta administração, e ao invés de ficar reclamando por que não pega uma enxada e uma roçadeira e vão cortar o mato?? Quando é assim esse povo que reclama não tira nem o mato que cresce na calçada, fica esperando tudo da prefeitura... A cidade não é do Bernal, é nossa, também devemos nós cuidar dela, por várias vezes já vi particulares cuidando de praças e monumentos.. é só pedir autorização... Mas não, prefere ficar em casa atrás de um computador reclamando... Vê se tomam vergonha na cara... Por mais que o nosso prefeito tenha que manter nossa cidade em ordem, nós devemos ajudar a manter essa ordem...
 
Gabriel Gonçalves em 14/01/2014 09:11:19
Todos esses "monumentos" estão a tempos abandonados, não vem desta administração, e ao invés de ficar reclamando por que não pega uma enxada e uma roçadeira e vão cortar o mato?? Quando é assim esse povo que reclama não tira nem o mato que cresce na calçada, fica esperando tudo da prefeitura... A cidade não é do Bernal, é nossa, também devemos nós cuidar dela, por várias vezes já vi particulares cuidando de praças e monumentos.. é só pedir autorização... Mas não, prefere ficar em casa atrás de um computador reclamando... Vê se tomam vergonha na cara... Por mais que o nosso prefeito tenha que manter nossa cidade em ordem, nós devemos ajudar a manter essa ordem...
 
Gabriel Lauro em 14/01/2014 09:10:45
Ótima matéria. Excelente lembrança aos administradores.
 
Etevaldo Vieira em 14/01/2014 09:00:07
e substituindo as plantas danificadas, e aqui??? as plantas recebem água só da chuva, sem contar que o clima da capital é extremamente mais quente que Curitiba, necessitando de água diariamente. Guarda Municipal é uma piada...temos um pessoal bom de serviço, mas não são disponibilizados para os Parques, praças,etc. Um exemplo claro, a Orla Morena, um projeto bonito e parece mais uma fazenda sem capataz, onde não temos manutenção, as plantas muitas morreram sem água e a SEGURANÇA uma VERGONHA PÚBLICA. No momento, estão passando viaturas provavelmente, por conta a matéria ao vivo da TV Morena, mas como tudo por aqui, só estão esperando a poeira abaixar.
Cadê!!! Gaurdas Municipais na Orla??? nunca vi, apenas alguns PMs que ficam em locais TRANQUILO naquele espaço.
Pessoal vamos cobrar.
 
Neyde de Oliveira em 14/01/2014 08:57:00
Que maravilha!!! uma matéria falando do abandono da cidade. Sempre em várias matérias procuro dar uma espetada quanto a falta de MANUTENÇÃO.
O abandono, a falta de MANUTENÇÂO sempre existiu em Campo Grande, isso não é de hoje. Sinceramente, não recordo de manutenção realizada com regularidade na capital. Os administradores constroem as obras e jogam para a população, sem manutenção sem segurança...absolutamente sem compromisso com o nosso suado dinheiro, oriundo de IMPOSTOS CAROS.
Gente é gente em qualquer lugar. Inclusive, na minha linda Curitiba existem pessoas mal educadas e vândalos. Mas por outro lado, a Prefeitura faz sua parte com MANUTENÇÂO regular e guardas Municipais pelos Parques. No primeiro horário da manhã o pessoal da manutenção esta aposto nas praças limpando, regando
 
Neyde de Oliveira em 14/01/2014 08:48:11
Esse povo que fica criticando o Bernal,Não deve conhecer esses monumento .Pq isso já vem de outros administradores..
 
Regiane Dutra em 14/01/2014 08:10:28
Uma boa porcentagem da população de campo grande, só sabe reivindica, mas não tem a cultura de proteger e cuidar bem das coisas. Depois reclamam.
 
Jose Fagundes da Silva em 13/01/2014 22:11:10
Essa é a Campo Grande de Bernal, deviam registrar tudo pra refrescar a memória do povo pra próxima eleição. Um blog ou conta no face seria ótimo pra começar, pois a maioria que votou nele não costuma "perder tempo" se informando.
Se agora está assim, imagina daqui a alguns anos o estrago.
Acorda Campo Grande!!!!
 
Afonso Benites em 13/01/2014 18:59:43
Cidade abandonada pelo prefeito que não faz nada...
 
ygor barbosa em 13/01/2014 18:58:38
deixa essa porcaria dese relojio ai do jeito que esta , isso ai foi feito sò para gastar dinheiro pulbrico , isso ai nao infeita nada.
 
natal araujo em 13/01/2014 18:13:47
Infelizmente Campo Grande vai passar uma fase muito triste daqui pra frente, com ruas esburacadas, praças e jardins sem manutenção, tudo o que deixa a cidade bonita esta abandonado. Mas quem mandou votar nesse cara, tudo que se planta colhe.
 
Marcos Wild em 13/01/2014 17:33:13
É UMA VERGONHA ISSO PQ É O SER HUMANO QUEM DESTROI TUDO ;ELE NAI PODE VER NADA BONITO LINDO PERFEITO ELE TEM QUE BOTAR AS MAOS P/ESTRAGAR;O SER HUMANONAO SABE TER AS COISAS CULPADOS DISSO É ESSE POVO BIRRO QUE DESTROI AS COISAS QUE NOS BENEFICIAM;POVO BURRO TEM QUE SOFRER AS CONSEQUENCIAS;PQ NAO DESTROEM SUA CASAS;
 
patricia souza em 13/01/2014 17:25:48
O Parque Linear do Segredo, no prolongamento da Ernesto Geisel após a Mascarenhas de Moraes está na mesma situação: TOTALMENTE ABANDONADO. O Mirante NUNCA foi aberto ao público, as lixeiras estão quebradas e o mato tomando conta de tudo... Dinheiro sendo jogado fora. UMA VERGONHA!
 
Carlos Magno em 13/01/2014 16:30:54
Se os assessores do prefeito saíssem do Facebook e fossem às ruas pôr as mãos na massa e suarem um pouco certamente a cidade estaria mais bonita.
 
Luiz Avila Silva em 13/01/2014 16:21:43
A cidade está tomada de mato e sujeira. No estádio Elias Gadia, que era impecável nas últimas adminitrações, está há quase 01 ano sem limpeza e poda, a sujeira toma conta....UMA VERGONHA essa administração incompetente, sem ação....01 ano se passou e fizeram 1 ou duas obrinhas.....o restante da cidade foi tomado pelo mato e abandono........era isso que eu temia e quem votou nessa equipe aí é culpado sim, porque não viram que era só gogó.....
 
Paulo Bonsini em 13/01/2014 16:11:12
(?) "o espaço ficou com cara de “obra parada”." com cara? Ta é parada mesmo, a prefeitura poderia até ganhar dinheiro, quem sabe abrir uma porta no tapume e cobrar ingresso, com os seguinte título, "Vejam que lindo. Obra de grande artista de Mato Grosso do Sul, parada a bastante tempo." Acho até que renderia um bom dinheiro para o pedido de doação do mensaleiro Genoíno.
De fato o culpado sempre é a população que não sabe votar.
 
Roberto Mendes Motta em 13/01/2014 16:10:48
Mas isso é com tudo que foi criado na cidade e em todas as gestões da prefeitura, havia uma ALAMEDA ISIS EBNER, que foi uma artista urbanista de nossa cidade e faleceu há mais de 8 anos, foi criada uma alameda linda com as obras da artista esculpidas em cobre pela Neide Onu, ligava a Via Park a Rua Massapê, no autonomistas, hoje não existe mais absolutamente nada, primeiro quebraram as luzes, depois ficou abandonada até o mato ficar bem alto, aí roubaram as placas que estavam cimentadas em tótens de concreto, fui à prefeitura por diversas vezes, tudo na administração do Nelsinho, não fizeram absolutamente nada, agora acabou tudo, o obelisco só não é arrancado porque fica num local que passa gente todo dia, senão já era e a prefeitura não está nem ai.
 
maximiliano nahas em 13/01/2014 15:57:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions