A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/07/2011 15:06

Motociclista fratura a perna em colisão com carro de passeio

Nadyenka Castro e Paula Maciulevicius

Motorista diz que vítima passou no sinal vermelho

Fiat Palio ficou com a lateral esquerda danificada. (Foto: Renato Vessani)Fiat Palio ficou com a lateral esquerda danificada. (Foto: Renato Vessani)

Hudson Rodrigues Roriz, 23 anos, fraturou a perna direita em acidente ocorrido no início da tarde desta terça-feira, no cruzamento da Via Morena com a avenida das Bandeiras, em Campo Grande.

O rapaz pilotava uma Honda Titan que colidiu com o Fiat Palio conduzido por João Vinicius da Silva, 22 anos, que saiu ileso.

De acordo com João Vinicius, Hudson cruzou as vias no semáforo vermelho e por isso ocorreu o acidente. Trabalhadores da região afirmam que colisões ali são constantes.

O motorista do carro de passeio diz que seguia na Bandeiras e ao virar na Via Morena foi atingido pela moto. Segundo João Vinicius, Hudson seguia pela Bandeiras, no sentido contrário ao dele, ‘cortando’ outros veículos e não respeitou a sinalização semafórica.

“Não tem marcas de freio no asfalto porque eu estava devagar”, declarou João. “Eu não vi ele [motociclista] e nem ele me viu”. “Foi imprudência total dele”, conclui o motorista, que diz que também trabalha com moto e entende a pressa, mas sabe que é arriscado.

Outros acidentes - Pessoas que trabalham nas proximidades do cruzamento afirmam que acidentes acontecem quase todos os dias ali.

“Esse eu não vi, mas sempre a gente vê. É carro, é moto...”, diz o vendedor autônimo Fabrício Marques, 80 anos, que há quatro trabalha na região.

O mototaxista Cícero Melo, 30 anos, fala que “são quatro, cinco acidentes por semana”. “Falta atenção dos motoristas que dirigem com pressa”.



O negócio é que apesar dessas pessoas(motoqueiros) serem negligentes, imprudentes, irresponsáveis, no final estão errados e nunca podem pagar o prejuizo material, ai parcelam a perder de vista e ainda querem ganhar um sacolão por mes, dizendo que não tem condições de pagar e que estão trabalhando para sustentar a familia, é pra acabar mesmo...
 
valmir nogueira em 19/07/2011 06:49:59
Realmente concordo com a colega ai Nicolle,,pois também tenho carro e moto,mas não ando muito de moto,porque estes "tipos" aí é que dão mau exemplo "OS MOTOQUEIROS",e por isso a gente que anda certinha ,dentro da lei,e respeita tudo, e que somos 'MOTOCICLISTAS",pagamos por isso,pois ninguém de carro nos respeita,por causa destas pessoas que acabam generalizando e denegrindo á todos,e lembrando sempre que MOTO SEMPRE LEVA A PIOR,o cara tem que ser bem burro pra não lembrar disto,não tem onde escorar,não tem cinto de segurança,não tem air-bag,em fim não tem nada,só mesmo o chão,e muitos não aprendem nem passando por isso,final é só PAX mesmo.
 
cristina mendes em 19/07/2011 04:16:55
as vezes as pessoas criticam sem saber si estao certas, si voces prestarem atençao ali onde ele virou nao pode fazer converçoes a esquerda, mas muitas pessoas so respeitam quando os guardas estao ali aplicando multa, si ele fosse motoqueiro de verdade deveria prestar mais atençao, em vez de criticar os companheiros de trabalho!!!!
 
jorge pessoa em 19/07/2011 04:14:44
Engraçado...tudo culpa dos motoqueiross,ninguem ve q existem muitos carros ai q faze cada barbarie q Deus me livre...
 
JOICE HELENA em 19/07/2011 03:51:03
Faltam câmeras nos semáforos!!! É inacreditável como é comum ver motoristas e motociclistas "furando" semáforos na capital. Basta ficar 5 minutos em qualquer cruzamento para ver esse tipo de infração. Logo em nossa cidade, recordista de acidentes, ver guardas em cruzamentos é algo raríssimo e câmeras nos semáforos praticamente não existem. Quantos terão que morrer até que a prefeitura e o governo do estado levem a questão da fiscalização a sério?
 
Luiz Pereira em 19/07/2011 03:46:01
Esses acidentes acontecem na maioria das vezes porque os motoqueiros são muito abusados, saem "cortando" todo o trânsito, furam todos os sinais , inclusive os mototaxistas e entregadores que trabalham com isso tem que respeitar e inclusive dar o exemplo. Tanto quando estou de carro ou moto canso de ver esse abuso, passam tirando um "fino" dos carros e dos outros motoqueiros e nem sequer lembram de usar a seta.
Adotem a filosofia do transito. " Cuidar de você e dos outros!" Muitos pedem o respeito, sem nem sequer antes pensar em respeitar.
 
Nicolle Cabalero em 19/07/2011 03:40:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions