A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/07/2015 10:34

MPE manda Agepen por de camas a sacos de lixo em presídio feminino

Filipe Prado
O presídio não possui camas e necessita de reparos na instalação elétrica e hidráulica (Foto: Arquivo)O presídio não possui camas e necessita de reparos na instalação elétrica e hidráulica (Foto: Arquivo)

O MPE (Ministério Público Estadual) orientou a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) a realizar melhorias nas instalações do Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande. As recomendações preveem a obtenção de pintura e pisos nas instalações, até camas, chuveiros e sacolas plásticas para as internas.

Conforme a recomendação, expedida pela promotora Jiskia Sandri Trentin, da 50ª Promotoria de Justiça, destinada para o diretor da Agepen, Ailton Stropa Garcia, e a diretora do presídio feminino Marijane Boleti Carrilho, constatações foram feitas a partir de uma inspeção sanitária, realizada pelo DAEX (Departamento Especial de Apoio às Atividades de Execução do MPE). Por conta disso, a promotora recomendou que melhorias sejam realizadas, para melhorar o ambiente prisional.

Dentre os reparos previstos estão a pintura das paredes das celas e outros salas, providenciar uma sala específica para revista íntima, substituição dos extintores de incêndio, que estão com a validade vencida, troca de pisos nas celas e cantinas e a compra de sacos plásticos, para o armazenamento de resíduos de saúde.

A instalação elétrica e hidráulica do prédio também deve sofrer reparos, além da compra de camas, que não são suficientes para todas as internas, e chuveiros, pois há somente canos de PVC nas celas. O MPE recomendou que as celas fossem adaptadas para pessoas com necessidades especiais.

A Agepen tem 30 dias, a partir da publicação, para responder, por escrito, ao MPE se irão providenciar as recomendações expedidas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions